Britney vs Spears: Documentário estreia com críticas negativas sobre abordagem da tutela

Documentário sobre princesa do pop, Britney vs Spears estreou na Netflix - mas não agradou à crítica pela abordagem sobre tutela

Redação Publicado em 28/09/2021, às 19h02

None
Britney vs Spears (Foto: Divulgação)

Britney vs Spears (2021) é um documentário sobre a luta de Britney Spears para se livrar da tutela do pai, Jamie Spears. A produção conta a história por meio de entrevistas exclusivas e documentos confidenciais - mas não foi muito bem recebida pela crítica. 

Lançado em 28 de setembro pela Netflix, o documentário é dirigido por Erin Lee Carr - e, definitivamente, não é uma produção feita para agradar aos fãs da princesa do pop e aborda de maneira controversa a luta contra a tutela do pai da cantora, a qual acontece há 13 anos. 

+++ LEIA MAIS: Britney Spears abre petição para saída do pai da tutela pessoal; entenda

Segundo a Variety, Britney vs Spears se mostra confuso sobre o que quer retratar, deixando a tutela um pouco de lado ao focar demasiadamente no divórcio da cantora com Kevin Federline e o tempo no qual era assunto recorrente nas mídias de fofoca. 

Erin Lee Carr e a jornalista Jenny Eliscu, quem lhe ajudou na produção do documentário, transformam-se em personagens da produção - e isso escancara ainda mais como Britney vs Spears não apresenta muitas informações novas. 

+++ LEIA MAIS: Britney Spears e movimento #FreeBritney ganharão documentário pela BBC

Com isso, é inevitável comparar o longo tempo de produção do documentário - um ano e meio - com o quão pouco Britney vs Spearsconsegue inovar, sendo apenas mais uma produção repetitiva sobre busca da princesa do pop pela liberdade. 

Tutela de Britney Spears

Em uma audiência de tutela em junho, Britney Spears acusou o pai, Jamie Spears, e a tutela de controlar opressivamente as próprias finanças, negócios e decisões pessoais, e o próprio corpo. Ela disse ao tribunal que lhe foi prescrito lítio contra sua vontade e não tinha permissão para se casar, ter outro filho ou ter o próprio DIU removido.

+++ LEIA MAIS: Britney vs Spears: lançamento, trailer e tudo o que sabemos sobre documentário da Netflix [LISTA]