Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Bruna Marquezine declara apoio à greve em Hollywood

A atriz é a primeira brasileira a estrelar um filme da DC Comics, com 'Besouro Azul'

por Heloísa Lisboa (@helocoptero) Publicado em 14/07/2023, às 11h23

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Bruna Marquezine (Reprodução)
Bruna Marquezine (Reprodução)

Bruna Marquezine declarou apoio à greve dos sindicatos de Hollywood. A atriz republicou postagem de Xolo Maridueña, companheiro de elenco em Besouro Azul, e acrescentou depoimento:

A partir da meia-noite de hoje, horário do pacífico, entrará em vigor a greve sindical dos atores do SAG-AFTRA. Estarei sempre ao lado de iniciativas que lutem pelo progresso da comunidade artística, seja no meu país ou no exterior. Como os atores não podem mais participar de qualquer divulgação de seus projetos até o fim da greve, o apoio dos fãs será fundamental para trazer a visibilidade e o reconhecimento que Besouro Azul merece. Serei sempre grata a minha família Besouro Azul, elenco e equipe. Estou com vocês. #BlueBeetleBattalion

O longa-metragem tem data de lançamento marcada para o dia 17 de agosto nos cinemas brasileiros. Marquezine agradeceu apoio dos fãs e comentou sobre sua imagem exibida na Times Square, em Nova Iorque, como divulgação de Besouro Azul:

Estou no set de 'Amor da Minha vida' filmando, só vim aqui pra dizer que quando vi esse vídeo que coloquei aqui nos stories eu não acreditei, achei que não era verdade. Eu amo muito vocês. Muito obrigada por tudo. Sou eternamente grata e me questiono todos os dias se eu sou merecedora de tanto carinho, apoio, amor, obrigada.

Bruna é a primeira brasileira a fazer parte de um filme da DC Comics.

Besouro Azul (Divulgação)
Besouro Azul (Divulgação)

Greve em Hollywood

Com a junção do sindicato dos atores de Hollywood (SAG-AFTRA) e o sindicato dos roteiristas (WGA), o cerco se fechou para as grandes produtoras de filmes dos Estados Unidos. 

Os sindicatos de Hollywood exigem melhores condições de trabalho, o que inclui pagamentos considerados mais justos. Embora muitos roteiros estejam prontos, a paralisação dos atores dá força ao movimento, já que os aderidos não participarão de novas filmagens e nem sequer de entrevistas ou tapetes vermelhos.

Greve em Hollywood (Getty Images)
Greve em Hollywood (Getty Images)