Caso Richthofen: franquia deve ganhar um terceiro filme, afirma jornal

Filmes sobre o Caso Richthofen, A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou meus Pais, devem ganham uma sequência

Redação Publicado em 18/05/2022, às 19h38

None
Pôster de A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais (Foto: Divulgação)

A Menina que Matou os Pais (2021) e O Menino que Matou meus Pais (2021), filmes dirigidos por Maurício Eça e estrelados por Carla Diaz e Leonardo Bittencourt, fizeram muito sucesso ao retratar a história do assassinato do casal Richthofen. Agora, a franquia deve ganhar um terceiro filme, segundo o jornal O Globo

Segundo a colunista Patricia Kogut, é esperado que o elenco dos dois filmes anteriores retorne para a sequência, que, de acordo com ela, já está negociando a participação na nova produção. 

+++LEIA MAIS: Carla Diaz quer mais true crime brasileiro: ‘Por que não produzir aqui também?’

Além disso, o terceiro filme deve abordar o que ocorreu entre o crime e o início do julgamento. 

Mais sobre o Caso Richthofen 

Em 2002, Suzanevon Richthofen planejou o assassinato de seus pais, e seu namorado, Daniel Cravinhos, executou as vítimas a pauladas ao lado do irmão, Cristian Cravinhos. Após o julgamento em 2006, o jovem casal foi condenado a 39 anos de prisão, enquanto Cristian foi condenado a 38 anos e seis meses. Desde 2015, Suzane passou do regime fechado para o semiaberto.

+++LEIA MAIS: Caso Richthofen: Filmes com Carla Diaz estreiam com críticas às tramas separadas e depoimentos 'frágeis'; confira

A história deu origem a dois filmes, A Menina que Matou os Pais (2021) e O Menino que Matou meus Pais (2021), disponíveis no Prime Video.