DC: Por que fãs do estúdio querem boicotar Warner Bros?

Fãs do Universo Estendido da DC iniciaram uma campanha no Twitter para boicotar a Warner Bros após algumas atitudes do estúdio

Redação Publicado em 17/01/2022, às 16h56

None
Liga da Justiça (Foto: Reprodução/Warner)

Os fãs do Universo Estendido da DC iniciaram a campanha #BoycottWB no Twitter com a intenção de boicotar a Warner Bros. O descontentamento deve-se a uma série de atitudes do estúdio, como contratar profissionais após denúncias de abuso, afetar a saúde mental de atores e não respeitar os pedidos do público.

Em menos de 24 horas após a estreia da primeira série na HBO Max do DCEU, Pacificador(2022), a campanha #BoycottWB entrou em alta. Entre as diversas questões levantadas pelos fãs, está a postura do diretor Joss Whedon (Firefly) com o ator Ray Fischer (The Astronaut Wives Club).

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Justice League Movie (@justiceleague)

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: Joss Whedon nega acusações de Ray Fisher e critica elenco do filme; entenda

O intérprete do Ciborgue alegou ser tratado pelo diretor de Liga da Justiça(2017), de maneira "abusiva” e o denunciou por alterar o tom de pele de atores negros durante pós-produção do longa. Gal Gadot (Mulher-Maravilha) também confirmou ser desrespeitada pelo cineasta e o acusou de ameaçar a carreira dela.

Segundo anúncio de Fisher no Twitter, o ator confirmou ser removido do elenco de The Flash (2022) e compartilhou sobre não reprisar o papel de Ciborgue no filme. O anúncio revoltou o público, quem utilizou a rede para mostrar indignação com o estúdio.

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: O que Zack Snyder acha de outra pessoa dirigindo sequência do filme?

Entre os apoiadores da campanha de boicote a Warner Bros, um dos usuários afirmou: “Nunca apoiarei um estúdio que demitiu um artista porque ele falou contra o racismo e o assédio no local de trabalho.” Confira as publicações:

A saúde mental de Ben Affleck (Último Duelo), intérprete de Batman nas produções do estúdio, também foi um dos motivos de revolta do fã dos quadrinhos. Segundo o ator, as filmagens de Liga da Justiça foi a “pior experiência” da carreira. As questões vivenciadas pelo astro o levou a desistir de interpretar o Homem-Morcego.

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: Jeremy Irons, Alfred no filme, critica versão de Joss Whedon: ‘Terrível’

Um dos usuários do Twitter compartilhou: “#BoycottWB para que os atores não tenham que sofrer a mesma experiência que Ben Affleck teve que passar.” Confira as publicações:

Outros fãs apoiaram a campanha, criticando a maneira na qual os personagens dos quadrinhos da DC são retratados pela Warner Bros. Segundo eles, o estúdio, diferentemente da concorrente Marvel, não atende os desejos do público. Confira:

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: O que Henry Cavill achou do filme de Zack Snyder?


Liga da Justiça

O filme Liga da Justiça (2017) foi cercado por polêmicas. Em maio de 2017, Zack Synder afastou-se da direção do longa após a filha Autumn cometer suicídio. O cargo foi assumido pelo cineasta Joss Whedon, quem propôs diversas mudanças (e refilmagens) extremamente criticadas.

Com a repercussão negativa, os fãs organizaram campanhas pelo lançamento da versão de Snyder, compartilhada em 2021. Confira o trailer de Liga da Justiça - Snyder Cut: