Fernanda Montenegro relembra indicação ao Oscar em 1999: ‘Inesperado’

Durante entrevista, a icônica atriz Fernanda Montenegro relembrou o Oscar perdido para Gwyneth Paltrow em 1999

Redação Publicado em 05/11/2021, às 11h32

None
Fernanda Montenegro (Foto: Divulgação)

Fernanda Montenegro entrou para a história em 1999, quando foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz com o trabalho em Central do Brasil. Desde então, a estrela foi a única latino-americana a disputar a concorrida categoria — e, em entrevista, a atriz explicou que o momento foi “inesperado”.

A estrela concorria com outras grandes atrizes de Hollywood, como Meryl Streep, Cate Blanchett e Gwyneth Paltrow, quem ganhou o prêmio pela atuação em Shakespeare Apaixonado. Apesar de não vencer a categoria, Montenegro não diminui a importância da indicação ou do filme Central do Brasil, de Walter Salles.

+++LEIA MAIS: Fernanda Montenegro confronta os 90 anos: 'Gostaria de ver um mundo diferente antes de partir'

Em entrevista à Veja, Montenegro explicou: “Prêmios, às vezes, vêm. Às vezes, não. O momento daquele Oscar foi inesperado. E daí? O filme de Walter Salles continua sendo um ‘não Oscar’ maravilhoso. A vida continuou. A vida continua.”

A estrela também relembrou alguns trabalhos, como Babilônia. A novela foi escrita por Gilberto Braga, autor que morreu em 26 de outubro após lutar contra uma infecção. Conforme noticiou o site Época, a atriz comentou o beijo em Nathália Timberg responsável por uma grande polêmica na produção:

Esse beijo, para surpresa geral, aconteceu logo no primeiro capítulo entre duas atrizes, na época com a idade de 86 anos. Nathália e eu nos beijamos suavemente, delicadamente, na boca. Por que não?

+++LEIA MAIS: Oscar 2022: Madres Paralelas, de Pedro Almodóvar, não vai representar Espanha na premiação; entenda

Em seguida, a atriz disse: “Na história estávamos casadas havia 40 anos. O beijo foi um escândalo. Hoje não haveria aquela repulsa a esse carinho. Caminhamos e a caminhada foi bastante ágil. Destaco que todo o ganho libertário na dramaturgia televisiva se deve a Gilberto Braga. A quem reverencio”.

Fernando Montenegro é imortal da Academia de Letras

Atriz Fernanda Montenegro foi eleita na quinta, 4 de novembro, para a cadeira de número 17 da Academia Brasileira de Letras (ABL). A artista foi condecorada com o título de imortal e recebeu 32 votos dos acadêmicos — dois foram em branco e um nulo. Entenda o que são as "cadeiras imortais" neste link

+++ LEIA MAIS: Fernanda Montenegro diz que nem 'na ditadura militar' arte teve tão pouco prestígio quanto atualmente

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Fernanda Montenegro (@fernandamontenegrooficial)