Marvel: 5 erros de continuidade do MCU que muita gente ignora: Reator Arc, Extremis e mais [LISTA]

Com cronologia com 25 filmes, MCU conta com diversos erros de continuidade, os quais acabam ignorados por diversos fãs

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 01/11/2021, às 15h20

None
Vingadores (Foto: Reprodução/Marvel)

Com uma cronologia de filmes com mais de 13 anos, 25 longas-metragens e quatro séries de televisão, Universo Cinematográfico Marvel (MCU) é um dos maiores fenômenos da cultura pop dos últimos anos. Porém, isso não significa que a franquia funciona somente com acertos, e cometeu alguns erros.

Porém, segundo CBR, é normal ter furos de roteiro, visto que os próprios quadrinhos possuem os mais diversos erros de continuidade. Com vários criadores diferentes trabalhando em histórias variadas - com grande elenco e personagens diversificados -, é provável como ocorra diferenças, responsáveis por criar problemas.

+++LEIA MAIS: Vingadores: Por que Robert Downey Jr. não queria filmar cena icônica do Homem de Ferro em Ultimato?

Veja, abaixo, cinco erros do MCU que muita gente ignora, segundo lista do CBR:


Aparentemente, Extremis deixou de existir completamente

Homem de Ferro 3 (2013) introduziu um avanço médico bastante importante para o MCU, mas ninguém ouviu falar sobre no restante da franquia. A tecnologia Extremis exibida mostrada na produção é capaz de diversos feitos diferentes, como crescimento de carne e membros inteiros.

+++LEIA MAIS: Homem-Formiga: Por que Cassie Lang foi interpretada por três atrizes diferentes no MCU?

A vida de Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) é salva pela Extremis, a qual nunca mais aparece no MCU. Quando outros personagens da franquia perdem membros ou são gravemente feridos, não são apresentados à tecnologia para serem curados. Isso parece um grande descuido para uma franquia de grandes proporções.


Reator Arc não faz muito sentido no MCU

Nos filmes do Homem de Ferro, o público viu como o Reator Arc de Tony Stark (Robert Downey Jr.) era essencial para sobrevivência do herói. No entanto, foi revelado como o "gênio, bilionário, playboy, filantropo" não precisava do dispositivo, e ele foi removido após uma cirurgia extremamente bem-sucedida - e parecia não causar efeitos colaterais negativos. Porém, o aparato tem um retorno drástico sem motivos aparentes.

+++LEIA MAIS: Marvel: Kevin Feige quase matou Vingadores originais em Ultimato; entenda


Thor visitou a Terra antes de aparecer no MCU

Quando Thor é enviado para a Terra, fica parcialmente perplexo com o planeta, porque nunca esteve lá antes. Midgard, como o herói a chama, é um conceito estranho para ele, e não sabe como são as pessoas, muito menos sabe como se comunicar. Mas, a humanidade conhecia a lenda de Thor, Odin e Loki antes da chegada do Deus do Trovão.


Doutor Estranho foi citado antes de surgir

Diversos fãs ficaram empolgados quando o nome do Dr. Stephen Strange foi mencionado pela primeira vez no MCU. Em 2014, em Capitão América 2: O Soldado Invernal, o personagem é listado como uma ameaça potencial para a Hydra, ao lado de pessoas como Steve Rogers e Bruce Banner.

+++LEIA MAIS: Marvel: Escudo do Capitão América em Vingadores: Ultimato vai a leilão por R$ 250 mil

No entanto, na linha do tempo do próprio MCU, Doutor Estranho ainda é apenas um médico, e não está nem perto de se tornar o Mago Supremo.


Tony Stark destruiu as armaduras do Homem de Ferro, mas as substituiu imediatamente

Com a destruição do Reator Arc, Tony Stark também destrói todos os trajes do Homem de Ferro. Cada robô, cada roupa, cada pedaço de tecnologia - tudo, completamente acabado. Apesar disso acontecer no terceiro filme do herói, o personagem volta à armadura do Homem de Ferro em Vingadores: Era de Ultron (2015).

+++LEIA MAIS: Marvel: Qual cena de Vingadores: Ultimato fez Robert Downey Jr. chorar?