Harry Potter: Jason Isaacs se recusa a 'apunhalar' J.K. Rowling pelas costas por polêmica transfóbica

Jason Isaacs, intérprete de Lúcio Malfoy na franquia Harry Potter, falou sobre comentários polêmicos da autora J.K. Rowling

Redação Publicado em 21/01/2022, às 16h47

None
Jason Isaacs (Foto: Amy Sussman / Getty Images)

Jason Isaacs (The OA), intérprete de Lúcio Malfoy na franquia Harry Potter (2001), compartilhou ao Telegraph sobre controvérsia envolvendo comentários transfóbicos de J.K. Rowling. O ator admitiu que, embora discorde da autora, não falará a respeito da polêmica antes de conversar com ela.

Isaacs afirmou saber sobre os comportamentos de Rowling, mas admitiu não querer comentar sobre o assunto: "Há muitas questões sobre Jo. Você sabe, interpreto pessoas complicadas, então me interesso por elas. Não quero me envolver e falar sobre questões trans, porque é um campo minado.”

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Wizarding World (@wizardingworld)

+++LEIA MAIS: Harry Potter: Críticos comentam ausência de J. K. Rowling em especial de 20 anos; entenda

O ator, apesar de discordar da escritora, reconhece a importância dos projetos sociais dela: “[J.K.] tem as opiniões dela e eu tenho as minhas. Elas diferem em muitas áreas. Mas algo que deveriam saber - não como um contra-argumento - é como ela doou parte da fortuna para tornar o mundo melhor, ajudando milhares de crianças vulneráveis, através da instituição de caridade Lumos.”

Jason considera a predisposição da criadora com o projeto “inequivocamente bom” e assegurou não opinar sobre as polêmicas antecipadamente: “Mesmo com alguns comentários muito controversos de [Rowling], não vou apunhalar ela pela frente – ou pelas costas – sem antes conversar, algo que ainda não consegui fazer.”

+++LEIA MAIS: Harry Potter: Quadribol muda de nome após fala transfóbica de J. K. Rowling; entenda

Isaacs não é o primeiro da franquia Harry Potter a comentar sobre as polêmicas de Rowling. Enquanto alguns astros foram rápidos em criticar a escritora, outros, como Jason, aparentaram certo conflito com o assunto. É o caso de Rupert Grint, quem, embora discorde da autora, afirmou considerá-la uma tia.


Transfobia de J.K. Rowling

Nos últimos anos, a criadora de Harry Potter, J.K. Rowling foi duramente criticada por compartilhar comentários polêmicos envolvendo questões transgêneras. A controvérsia começou em 2019, quandoRowling twittou apoio a Maya Forstater, uma mulher temporariamente demitida por comentário transfóbicos.

+++LEIA MAIS: Lynda Carter responde comentários transfóbicos de J. K. Rowling: 'Não precisa ser trans para entender'

Em 6 de junho de 2020, a escritora retornou as redes para criticar o artigo Opinião: Criando um mundo pós-covid-19 mais igualitário para pessoas que menstruam, publicado na plataforma Devex. Rowling escreveu, em tom de deboche, que “costumava existir uma palavra para [descrever] essas pessoas”.