Homem-Aranha: Como Kevin Feige ajudou a tirar Andrew Garfield do papel?

Presidente da Marvel, Kevin Feige convenceu a Sony a abandonar a ideia do Espetacular Homem-Aranha 3 para introduzir o herói no MCU

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 25/10/2021, às 17h02 - Atualizado em 26/10/2021, às 16h54

None
Andrew Garfield como Homem-Aranha (Foto: Reprodução Sony)

Não é novidade que não houve um terceiro filme do Homem-Aranha protagonizado por Andrew Garfield – e o livro The Story of Marvel Studios: The Making of the Marvel Cinematic Universe (2021) revelou como Kevin Feige, presidente da Marvel, convenceu a Sony a abandonar a trilogia para inserir o herói no MCU. (via ComicBook)

O livro relata como os executivos da Marvel se reuniram em um retiro para discutir como trabalhariam com o personagem nos próximos anos. Na verdade, a ideia inicial era descobrir uma forma de trazer o Homem-Aranha para o Universo Cinematográfico Marvel com outro ator, em vez de dar continuidade para a franquia com Garfield.

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha 3: Tom Holland descreve Sem Volta para Casa como 'fim' da franquia; entenda

“Sem tempo de sobra, Feige anunciou uma situação de ‘mãos à obra’: cada produtor executivo dos estúdios da Marvel tinha que fazer parte de um retiro secreto de dois dias, realizado em um hotel alugado em Santa Monica,” diz o livro. “Ninguém mais na Marvel Studios foi informado sobre o que eles estavam fazendo, apenas que era uma ‘reunião.’”

Ele acrescenta: “Naquela sala fechada, duas perguntas foram feitas: Se houvesse a oportunidade de intermediar algum tipo de acordo com a Sony, como funcionaria? E se eles alavancassem algo como um acordo de cinco filmes, que histórias iriam querer contar?”

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha 3: Venom está no filme da Marvel?

Em seguida, Feige conversou com a presidente da Sony,Amy Pascal, para fazer a proposta, explicou como o Espetacular Homem-Aranha 3 não iria funcionar e sugeriu: “Por que você não nos deixa fazer isso?”. Inicialmente, Pascal não gostou da ideia, mas percebeu como esse poderia ser o melhor a se fazer. (via Screen Rant)

“No início, fiquei super ressentida,” admitiu. “Acho que comecei a chorar e o expulsei do meu escritório, ou joguei um sanduíche nele - não tenho certeza de qual. [...] No quinto filme [do Homem-Aranha], não estávamos dando a eles nada de novo. E tenho que ser honesta sobre isso, estávamos tentando tanto ser diferentes que até fomos a lugares que não deveríamos.”

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha 3: Tom Holland detalha experiência de trabalhar com Alfred Molina

O resultado é de conhecimento público: Garfield não ganhou um terceiro filme e foi substituído por Tom Holland, quem interpretou o herói em seis filmes no MCUCapitão América: Guerra Civil(2016), Vingadores: Guerra Inifita (2018), Vingadores: Ultimato (2019) além de três longas solo. Agora, Holland se prepara para o possível último filme da franquia no papel de Homem-Aranha, o qual estreia em dezembro de 2021.

Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa

Dirigido por Jon Watts, Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa é o terceiro filme solo do herói no MCU.O longa abordará as consequências da revelação feita por Mysterio (Jake Gyllenhaal) de que o Homem-Aranha é o Peter Parker. Agora que o mundo inteiro sabe a verdade e se volta contra o herói, Peter precisa da ajuda do Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch) para apagar a mente de todos e voltar com a manter a identidade em segredo.

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha: Zendaya elogia paixão de Tom Holland pelo herói: 'Ele é perfeccionista'

No entanto, nem tudo sairá como planejado e as ações do Mago podem trazer graves efeitos no multiverso. A produção chega aos Estados Unidos em 17 de dezembro de 2021. Confira o trailer oficial:

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Marvel Brasil (@marvelbrasil)