Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Cinema / Bastidores

'I'm Just Ken': Dançarino conta detalhes sobre apresentação de Ryan Gosling no Oscar

Saiba quem coreografou, quantos ensaios foram necessários e mais sobre a apresentação de 'I'm Just Ken' no Oscar

Redação Publicado em 14/03/2024, às 15h12

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Apresentação de 'I'm Just Ken' (Foto: Kevin Winter/Getty Images)
Apresentação de 'I'm Just Ken' (Foto: Kevin Winter/Getty Images)

Para Anthony "Kanec" Carr, a apresentação de "I'm Just Ken" no Oscar, que aconteceu no último domingo, 10, foi como o Super Bowl. O dançarino profissional e coreógrafo foi uma das mais de 60 pessoas que participaram da performance encabeçada por Ryan Gosling

"Eu senti como se fosse o Super Bowl", contou à People. Ele tem experiência no evento, já que se se apresentou com Katy Perry em 2015. "Foi simplesmente maravilhoso. Nós gostamos de chamar de Ken-ergia", continuou. 

Quem coreografou

A coreografia ficou por conta de Mandy Moore, descrita por Carr como "uma das melhores" coreógrafas que existem. Gosling e ela trabalharam juntos em La La Land (2016). Carr também teve uma experiência com Moore em outro projeto, e foi por meio dela que o dançarino se envolveu na apresentação do Oscar

Moore e Gosling uniram esforços para dar vida à visão de Ken. "Não foi apenas dança, foi entretenimento real e memorável. Todo o Teatro Dolby estava junto, cantando e balançando", contou Carr.

Participação de Margot Robbie e Greta Gerwig

Greta Gerwig chegou a dar seus pitacos durante os ensaios da dança que tomou o palco da cerimônia do Oscar. Ela estava "envolvida nos ensaios" e "foi adorável", disse Carr. "A equipe deles realmente fez o trabalho deles, eles se saíram muito bem e se uniram, porque era um projeto tão grande. Lembro-me de que ela [Greta] estava com um conjunto de moletom legal. Ela tem estilo."

Margot Robbie, por outro lado, não participou do processo. "Acho que era para ser mais uma surpresa para todos eles", opinou o dançarino. "Aquela reação foi tão valiosa, com o sorriso na plateia. Acho que ela realmente ficou surpresa."

Simu Liu, Scott Evans, Kingsley Ben-Adir e Ncuti Gatwa também dançaram. "Ele é legal. Ele estava cantando nos bastidores, todos nós estávamos dançando e ensaiando. Eu adoro isso. É legal", afirmou Carr sobre Liu. Os Kens ensaiaram com os demais dançarinos por três dias: "Eles aprendem em menos tempo do que nós e fazem isso conosco, então pense em como isso é incrível".

Mark Ronson e Slash também estiveram no palco. Os dançarinos sabiam que o membro do Guns N' Roses estaria presente, mas não receberam detalhes: "Mas o palco elevado, nós não sabíamos que isso ia acontecer com o Slash. Você realmente quer parar no tempo e dizer: 'Ei, é o Slash? Espere um minuto'".

Quanto tempo de ensaio

Toda a produção assistida na noite do Oscar levou apenas cinco dias para ser preparada. "Começamos na semana passada", revelou Carr sobre os ensaios. Os dançarinos foram divididos em quatro grupos diferentes nos dois primeiros dias, sendo que todos se reuniram no terceiro dia.

"A Mandy Moore é incrível porque ela teve mais de uma apresentação no show, então quando tivemos talvez um ensaio de oito horas, ela teve dois ensaios de oito horas, um dia de 16 horas", lembrou.

"Todo mundo — Simu, todos os caras foram muito legais, não pareceu... A única maneira de você saber que era o Ryan Gosling é porque você poderia ver um nome. Foi realmente como todos os Vingadores juntos — ele era nosso Capitão América."

Mudanças de última hora

"Tudo correu suavemente", confessou Carr. Não houve, portanto, imprevistos ou mudanças de última hora. "A entrada e saída podem ser intensas porque temos que chegar a lugares específicos, e você tem um certo funil de espaço para passar, então foi realmente impressionante quando você tem mais de 30 caras saindo do palco para a direita e para a esquerda e o restante entrando."