James Gunn rebate críticas de Martin Scorsese a Marvel: 'Não viu meus filmes'

James Gunn admitiu entender as críticas de Martin Scorsese sobre a Marvel e filmes de heróis, mas rebate ao cineasta

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 04/08/2021, às 19h55

None
James Gunn (Foto: Stuart C. Wilson/Getty Images) e Martin Scorsese (Foto: Kevin Winter / Getty Images)

James Gunn respondeu às críticas de Martin Scorsese sobre os filmes de super-heróis. De acordo com Omelete, o diretor de Guardiões da Galáxia (2014) e Esquadrão Suicida (2021) respondeu ao cineasta em entrevista ao podcast Happy Sad Confused, explicando que entende a opinião de Scorsese, mas não concorda completamente.

"É infelizmente cínico que ele tenha ficado atacando a Marvel, e isso tenha sido a única coisa que deu cobertura de imprensa para o filme dele," disse Gunn. "Ele está criando o filme dele na sombra dos filmes da Marvel, então usa isso para conseguir atenção para algo que não estava rendendo tanta atenção quanto ele gostaria."

+++ LEIA MAIS: 'Cada vez mais entediantes', diz James Gunn sobre filmes de super-heróis

Em 2019, Scorsese declarou em uma entrevista que os filmes da Marvel "não são cinema." Posteriormente, falou mais sobre em um artigo no New York Times, criticando a forma atual de consumir e produzir filmes, a qual deixa pouco espaço para produções originais.

Gunn demonstrou admiração por Scorsese e o definiu como "um dos maiores diretores que já existiu," concordando com alguns pontos da crítica do cineasta. Apesar de não levar a opinião para o lado pessoal, rebateu: "Ele não viu os meus filmes. Ele não sabe como são os meus filmes."

+++ LEIA MAIS: Por que Esquadrão Suicida 2 é diferente dos filmes do MCU?

Gunn também falou como algumas produções "espetáculo sem coração, sem alma" não refletem o que deveria acontecer na indústria e como, muitas vezes, os diretores precisam ceder às pressões dos grandes estúdios em vez de poderem criar algo diferente.


+++ FIUK: 'TENHO ROCK NA VEIA DESDE CRIANÇA' | ENTREVISTA | RS