Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Cinema / Futebol Americano

Lily Gladstone critica gesto de torcedores do Kansas City Chiefs; entenda

A atriz indicada ao Oscar aponta gesto da torcida do Kansas City Chiefs como racista

Redação Publicado em 16/02/2024, às 16h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Lily Gladstone (Foto: JC Olivera/Getty Images) | Jogadores do Kansas City Chiefs (Foto: Rob Carr/Getty Images)
Lily Gladstone (Foto: JC Olivera/Getty Images) | Jogadores do Kansas City Chiefs (Foto: Rob Carr/Getty Images)

Lily Gladstone, indicada ao Oscar pelo papel em Assassinos da Lua das Flores, tem usado os holofotes para abrir caminho para indígenas no cinema. Durante um painel do Virtuosos Awards, do Santa Barbara International Film Festival, a atriz de origem Siksikaitsitapi e Niimiipuu criticou uma prática do Kansas City Chiefs (via Variety). 

Os torcedores do time que saiu vitorioso do Super Bowl apoiam os jogadores com gesto considerado racista. Eles imitam o machado Tomahawk, usado por indígenas da América do Norte, levando um dos braços para frente e para trás:

Honestamente, você poderia responsabilizar ambas as equipes. Os 49ers são baseados na Corrida do Ouro da Califórnia, que foi um período incrivelmente brutal para os indígenas da Califórnia. E então os Chiefs. Há muitas maneiras de interpretar o nome 'chief' ('chefe'). Não é apenas o nome que me incomoda. É ouvir aquele maldito 'Tomahawk chop' ('corte de machado tomahawk'). Sempre que ouço, é um lembrete contundente do que Hollywood fez conosco, porque o 'Tomahawk chop' está diretamente ligado aos sons dos velhos filmes de faroeste em que não estávamos interpretando nós mesmos, ou se estivéssemos, éramos meros figurantes. É essa 'apropriação' desse som e dizer que é em 'honra' e a mercantilização de quem somos como povo. É ótimo amar o jogo e seus jogadores, mas ainda machuca.