Marcos Mion comenta críticas à dublagem de 'Lightyear': 'fãs são hardcore' [ENTREVISTA]

Apresentador insistiu para fazer a dublagem de Buzz Lightyear na animação que estreia dia 16; aqui, ele diz que "substituição" de veterano Guilherme Briggs é parte de uma mudança global do personagem

Eduardo do Valle (@duduvalle) Publicado em 03/06/2022, às 13h00 - Atualizado às 13h05

Marcos Mion e Buzz Lightyear
Reprodução

O protagonista é Buzz, mas quem ganhou uma missão foi Marcos Mion. Quando Lightyearestrear, no próximo dia 16, ele deverá convencer os fãs "hardcore" da saga Toy Storyde que ele é digno de dublar a versão humana do patrulheiro espacial.

Mion chegou a ser criticado após o anúncio de sua escolha, em abril. O motivo seria a substituição do dublador Guilherme Briggs, que deu voz a Buzz desde o primeiro filme de Toy Story, pelo apresentador:

+++ LEIA MAIS: Lightyear: Marcos Mion será a nova voz de Buzz em animação

Guilherme Briggs (Reprodução)
Guilherme Briggs (Reprodução)

 

"O que as pessoas estão entendendo aos poucos é que é um novo personagem, o Buzz ser humano", falou Mion à Rolling Stone Brasil, "Nos Estados Unidos e em todo o mundo, a voz mudou. Eu também não quero ver o boneco do Buzz com outra voz! Guilherme Briggs sempre será a voz do brinquedo".

De fato, na versão americana, Buzz Lightyear também teve sua voz alterada. Tradicionalmente feita por Tim Allen nos filmes de Toy Story, ela mudou para Chris Evans na nova animação. No Brasil, a escolha teve a bênção de Briggs, que chegou a participar de um teaser, "passando o bastão" para Mion: "Guilherme Briggs foi um querido comigo desde o primeiro momento".

+++ LEIA MAIS: Lightyear: Disney divulga trailer com voz de Marcos Mion; confira

Aos fãs, Mion garante que o trabalho foi árduo para apresentar uma boa versão - e que ele próprio é, também, um aficionado pela animação. Para ele, o convite teria sido "oportunidade que acontece uma vez na vida": "Gosto tanto que tenho um tênis meu customizado de Toy Story, um pé Buzz, outro Woody". Abaixo, a conversa na íntegra com ele:

Rolling Stone Brasil: Mion, você tinha 16 anos quando o primeiro Toy Story saiu. Hoje, a animação é um gênero pra muitas idades, mas como era lá, em 1995?
Marcos Mion: Toy Storyé um clássico atemporal, desde 1995, quando o primeiro filme foi lançado e todos ficaram emocionados, até os dias atuais. Tem todos os elementos fundamentais para viver para sempre no coração do público. É uma obra-prima que marcou a vida de todos que assistiram, isso gera expectativa para qualquer produto relacionado. Lightyear é a prova disso.

Rolling Stone Brasil: Você se lembra como foi assistir pela primeira vez?
Marcos Mion: Lembro que a primeira vez que assisti Toy Storyme senti encantado pela história e em como os personagens eram cativantes. Vivo Toy Storydesde sempre. Gosto tanto que tenho um tênis meu customizado de Toy Story, um pé Buzz, outro Woody. Até viralizou no mundo inteiro!

Lightyear (Divulgação)
Lightyear (Divulgação)

 

Rolling Stone Brasil: Você é um cara que já fez de tudo, já atuou, já apresentou pra nicho, agora apresenta pro Brasil inteiro... O que te traz pra esse universo da animação? Como foi o convite e o que te interessou nele?
Marcos Mion: AMO Toy Story! Minha resposta para meu time, quando chegou o convite no meio da loucura que está minha vida, foi: “EU VOU FAZER! Não sei como, nem quando, mas vocês vão resolver isso pq eu PRECISO FAZER”! [risos]! É o tipo de oportunidade que acontece uma vez na vida!

Rolling Stone Brasil: Como foi a experiência, como um todo?
Marcos Mion: O processo de dublagem é um desafio! Já dublei, mas não faço com frequência, por isso é um dos maiores e mais gostosos desafios que me apareceram. Ouvir e entender em inglês para responder em português com frases muitas vezes estranhas para encaixar na boca do personagem é uma loucura! Algo super difícil! Dubladores merecem todo reconhecimento e respeito. Eu encaro esse trabalho como uma honra e um desafio enormes.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Marcos Mion (@marcosmion)

 

Rolling Stone Brasil: Quem é o Buzz "da vida real", o homem que inspira o boneco no filme? E como nós, a audiência, vamos sentir essa diferença em sua voz?
Marcos Mion: O Buzz é um homem incrível, de verdade. Podem aguardar que tem muita humanidade do Buzz que o boneco não apresenta. Só não posso falar muito porque preciso tomar muito cuidado com spoilers, os fãs são hardcore! [risos]

Rolling Stone Brasil: A você coube essa difícil missão de substituir ninguém menos que Guilherme Briggs. Vocês chegaram a trocar figurinha? Ele te deu umas dicas de dublagem?
Marcos Mion: Guilherme Briggs foi um querido comigo desde o primeiro momento. Ele é único, insubstituível e muito querido pelos fãs. A responsabilidade é enorme e, apesar de impossível substituir, faço meu melhor para imprimir as novas características do Buzz para as pessoas terem a melhor experiência com o filme!

Rolling Stone Brasil: Há quem tema essa passagem de bastão, fãs que criticam a escolha. A eles, o que você diria, pra acalmar os corações?
Marcos Mion: O que as pessoas estão entendendo aos poucos é que é um novo personagem, o Buzz ser humano. Nos Estados Unidos e em todo o mundo, a voz mudou. Eu também não quero ver o boneco do Buzz com outra voz! Guilherme Briggs sempre será a voz do brinquedo.

+++ LEIA MAIS: Lightyear: Chris Evans era 'primeira e única' opção para dublar Buzz, revela diretor

A compreensão dessa realidade somada ao resultado do trailer que foi lançado já deu ignição na aceitação dos fãs! Eu me dediquei, como em tudo que faço, ao extremo! A ponto de repetir uma interjeição dezenas de vezes até acharmos que estava perfeita, ideal para o Buzz. Não tem a ver com minha capacidade de dublar, mas com minha dedicação ao projeto e ao personagem. Entreguei o esforço e trabalho que o personagem merece e me sinto orgulhoso por isso.

Mais sobre Lightyear

O longa-metragem contará uma versão diferente da conhecida pelos fãs de Toy Story. Ela deve abordar a história do “herói que inspirou o brinquedo”. Segundo a sinopse oficial, “o filme revela como um jovem piloto de teste se tornou o Space Ranger que todos nós sabemos quem é hoje”. Veja o trailer abaixo:

Além de EvansKeke PalmerTaika WaititiPeter SohnUzo AdubaJames Brolin e mais estão no elenco. Dirigido por Angus MacLane (Procurando Nemo), o filme chega aos cinemas no dia 16 de junho de 2022.