Marvel: 5 arcos das HQs que MCU estragou - motivação de Thanos, Planeta Hulk e mais [LISTA]

Mesmo com adaptação de arcos icônicos das HQs, MCU falha muitas vezes na fidalidade

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 18/10/2021, às 13h00

None
Vingadores: Ultimato (Foto: Marvel / Reprodução)

Baseado em diversas histórias em quadrinhos, diversos filmes e séries do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) são conhecidos por aproveitar arcos icônicos das HQs, mas sem muita fidelidade em relação ao material original. Segundo CBR, a franquia estragou diversas dessas tramas

Como site apontou, MCU geralmente usa ilusão de ser fidedigno aos quadrinhos, mas há muitas diferenças além dos trajes. Ao contrário do que fãs dedicados pensam, a franquia comandada pela Disney comete erros. Veja, abaixo, cinco arcos das HQs estragados nos filmes e séries do Marvel Studios, de acordo com lista do CBR:

+++LEIA MAIS: MCU: Por que pode ser tarde demais para introduzir os Jovens Vingadores?


Motivação de Thanos em Infinity Gauntlet

Em Infinity Gauntlet, Thanos foi motivado pelo amor a Morte para matar metade do universo. Isso foi mudado nos filmes: o vilão queria eliminar metade dos seres para salvar os restantes. Como site explicou, a decisão levada aos cinemas perdeu a metáfora para o niilismo do Titã Louco. Enquanto Vingadores: Guerra Infinita (2018) tentou ir ao falso moralismo, arruinou algo realmente profundo.


Origem de Abominação

Na primeira aparição de Abominação, Tales To Astonish #90, feita por Stan Lee e Gil Kane, o personagem é um espião russo, quem tenta roubar a fórmula gama de Bruce Banner. Isso é melhor que a origem dos filmes, nos quais o vilão é apenas um soldado tentando impedir Banner.

+++LEIA MAIS: Viúva Negra explica cena confusa de Gavião Arqueiro e Natasha em Vingadores: Ultimato; entenda


WandaVision desperdiça corrupção de Feiticeira Escarlate

WandaVision usou Vingadores: A Queda e Dinastia M como fontes de inspiração, e mostrou como a protagonista usa os poderes de forma gananciosa, mas não vai longe o suficiente com a personagem em momentos de vilania. Como CBR explicou, é uma ótima série, mas não faz tanto com Wanda Maximoff quanto os fãs pensam.


Thor: Ragnarok não aproveita Planeta Hulk

Thor: Ragnarok (2017) usou a história de Planeta Hulk como pano de fundo para a trama - e desperdiçou uma história incrível. Além disso, a produção usa outras histórias ótimas dos quadrinhos como cenário, mas todas elas mereciam próprios filmes completos.

+++LEIA MAIS: Marvel: Por que Hulk fica mais fraco em Vingadores: Ultimato?


Capitão América: Guerra Civil perde o ponto do conflito nos quadrinhos

Baseado nas HQs homônimas de Mark Millar e Steve McNiven, Capitão América: Guerra Civil usa eventos de vários filmes do MCU para começar o conflito entre os heróis. Embora tenha algumas semelhanças, a produção dirigida pelos irmãos Russo existe como bom gerador de cenas de ação.