Marvel: Kevin Feige aprendeu lição valiosa com escalação de Hugh Jackman como Wolverine

Na época, escalação de Hugh Jackman como Wolverine foi criticada porque ator era alto demais para o papel

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 22/10/2021, às 12h58 - Atualizado em 01/11/2021, às 11h40

None
Kevin Feige (Foto: Jordan Strauss / Invision / AP) e Hugh Jackman como Wolverine (Foto: Reprodução/ FOX/ Marvel)

A escalação de Hugh Jackman como Wolverine nos filmes da 20th Century Fox (atualmente propriedade da Disney chamada 20th Century Studios) trouxe uma lição valiosa para a carreira de Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, e filmes da empresa, segundo informações do NME.

Embora diversos fãs da Marvel gostem bastante do trabalho de Jackman nos filmes dos X-Men, esse não era exatamente o caso quando o ator foi anunciado pela primeira vez no papel do herói. O astro assumiu o papel responsável por redefinir a carreira dele após desistência de Dougray Scott, conhecido pelo filme Para Sempre Cinderela (1998).

+++LEIA MAIS: MCU não pôde usar Demolidor, Motoqueiro Fantasma e Justiceiro nos cinemas; entenda

No entanto, na época do anúncio, a escolha de Hugh Jackman foi criticada por parte do público porque o astro era alto demais em relação ao Wolverine dos quadrinhos da Marvel. O australiano de 53 anos provou como quem duvidava estava errado - e a imagem dele está fortemente atrelada ao herói até hoje.

Jackman não sabia de algo importante em relação ao papel dele como Wolverine, porque ajudou Kevin Feige a reconhecer algo importante quando se trata de elenco de filmes de super-heróis. No livro The Story of Marvel Studios: The Making of the Marvel Cinematic Universe, o executivo relembrou da revolta na escalação de Logan.

+++LEIA MAIS: Marvel: Escritor de Thor se desculpa por grande erro de continuidade nas HQs

"Quem se importa que ele seja tão alto? Ele encarna o espírito de Wolverine, e essa foi uma grande lição que tirei sempre disso. Não precisa corresponder exatamente ao quadro cômico. Tem que corresponder ao espírito dela," afirmou Feige na obra de Aileen Erin lançado em outubro de 2021.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Hugh Jackman (@thehughjackman)