Marvel: O que esperar de Capitão América 4? Produtor responde

O produtor Nate Moore deu detalhes sobre a narrativa de Sam Wilson em Capitão América 4

Julia Harumi Morita Publicado em 11/11/2021, às 10h03

None
Anthony Mackie com escudo do Capitão América em O Falcão e O Soldado Invernal (Foto: reprodução)

O produtor Nate Moore revelou detalhes sobre os próximos passos de Sam Wilson (Anthony Mackie) no Universo Cinematográfico da Marvel. O personagem começou na franquia como Falcão, mas recentemente assumiu o manto do Capitão América e foi confirmado como protagonista do quarto filme solo do herói. (Via Omelete)

Em entrevista ao podcast Phase Zero, do Comic Book, Moore falou sobre como Wilson traz a possibilidade de explorar um herói sem poderes. "Ele não é Steve Rogers [Chris Evans] e eu acho que isso é uma coisa boa. Para mim, esse novo Capitão é o Rocky [Balboa, personagem de Sylvester Stallone]."

+++ LEIA MAIS: Capitão América: Por que audição de Hayley Atwell como Peggy levou pessoas às lágrimas?

Moore continuou: "Ele será o azarão em qualquer situação. Ele não é um supersoldado. Ele não tem centenas de anos. Ele não tem os Vingadores. O que acontece com esse cara que anuncia publicamente, sem suporte: 'Eu sou o novo Capitão América'? Eu acho que isso é fascinante, porque ele é um cara; um cara com asas e um escudo, mas só um cara."

Desta forma, a Marvel Studios poderá explorar a essência do Capitão América, a qual não está ligada aos poderes de Steve Rogers. "Então, vamos colocá-lo contra as cordas do ringue e fazê-lo merecer o título, e ver o que acontece quando ele é superado em todos os sentidos. O que faz de alguém o Capitão América? Eu argumento que não é ser um supersoldado. E acho que vamos provar isso com Mackie e Sam Wilson."

+++ LEIA MAIS: Capitão América: Robert Downey Jr. convenceu Chris Evans a fazer teste para herói da Marvel; entenda

Capitão América no MCU

O Capitão América apareceu pela primeira vez no MCU em Capitão América: O Primeiro Vingador (2011). Steve Rogers foi transformado em um herói nacional e virou um símbolo de esperança, persistência e honestidade.

Desde então, o personagem apareceu em diversos filmes da franquia, sendo o último deles Vingadores: Ultimato(2019). Ao se despedir da saga, Rogers passou o escudo e o legado do Capitão América para Sam Wilson.

+++ LEIA MAIS: Capitão América: Como era o final alternativo de Guerra Civil?