Marvel: Scarlett Johansson comenta processo contra Disney: 'É importante conhecer seu próprio valor e se defender'

Mais cedo neste ano, a atriz Scarlett Johansson teve problemas com a Disney devido ao lançamento híbrido de Viúva Negra

Redação Publicado em 02/12/2021, às 16h54

None
Atriz Scarlett Johansson na premiere de Vingadores: Ultimato em 2019 (Foto: Amy Sussman/Getty Images)

Em julho deste ano, a aclamada atriz do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), ScarlettJohansson optou por processar a Disney pela estreia híbrida de Viúva Negra (2021), filme solo de Natasha Romanoff, nos cinemas e no streaming (Disney+). Segundo declarou a artista na época, o lançamento pré-estabelecido no contrato não era esse.

Embora as duas partes do processo tenham entrado em acordo, resolvendo de vez a situação acerca do lançamento de Viúva Negra, a atriz revelou que é necessário lutar pelos seus direitos e se defender ao comentar sobre o ocorrido com a Disney em entrevista à AFP, via Omelete.

+++ LEIA MAIS: Viúva Negra: Scarlett Johansson pediu valor vultoso para Disney antes de entrar com processo; entenda

"Eu acho que é importante, em geral, conhecer seu próprio valor e se defender, e eu acho que, você sabe, nesta indústria, eu tenho trabalhado por tanto tempo. Já se passaram quase 30 anos e por isso vi... há tanta coisa que mudou ao longo desses 30 anos," disse a atriz. Ainda, Johansson ressaltou sobre como se preocupou em ter problemas com a Disney, mas comentou que "felizmente isso está mudando."

Aparentemente, a situação ficou totalmente resolvida entre as partes, especialmente porque o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, confirmou que Scarlett Johansson continua como parte do MCU em um projeto ainda "ultrassecreto," mas que contará com a participação da atriz. Não há detalhes sobre a produção, porém.

+++LEIA MAIS: Marvel: Kevin Feige comenta projeto 'secreto' do MCU com Scarlett Johansson


Situação da Disney e Viúva Negra

O filme arrecadou US$ 372 milhões em bilheteria no mundo - valor que quando adicionado os lucros do Disney+ chegou perto de US$ 500 milhões. Segundo a denúncia da atriz, desde 2019, os representantes da protagonista buscavam garantias de que Viúva Negra seria lançado exclusivamente nos cinemas e o Conselheiro-Chefe da Marvel, Dave Galluzzi, confirmou a proposta inicial.

+++ LEIA MAIS: Viúva Negra foi um grande furo da Marvel: bilheteria em queda, adiamentos e Disney+ estão entre os problemas

Apesar disso, Chapek negou as acusações de Johansson e defendeu o lançamento duplo do filme: "Bob Iger e eu, junto a equipe de distribuição, determinamos que essa era a estratégia certa para nos permitir alcançar o público mais amplo possível." Chapek também afirmou que ninguém foi prejudicado: "Descobrimos maneiras de compensar de forma justa nosso talento para que, independentemente do modelo de negócios... Todos se sintam satisfeitos."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Black Widow (@black.widow)

 

+++ LEIA MAIS: Scarlett Johansson acusa Disney de esconder 'má conduta'; entenda