A Menina Que Matou Os Pais: Carla Diaz rebate críticas sobre papel de Suzane von Richthofen

A Menina Que Matou Os Pais, filme sobre o Caso Richthofen estrelando Carla Diaz, chegou ao Amazon Prime Video em 24 de setembro

Redação Publicado em 28/09/2021, às 15h48

None
Carla Diaz como Suzane von Richthofen em filmes sobre Richthofen (Foto: Reprodução / Youtube)

Suzane von Richthofen tinha 18 anos quando tomou os noticiários brasileiros após planejar o assassinato dos pais, Manfred e Marísia, em outubro de 2002. Agora, um dos casos mais famosos e explorados pela mídia ganhou destaque novamente com os filmes A Menina Que Matou Os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais, do Amazon Prime Video, os quais estrearam na última sexta, 24 de setembro. 

As duas produções contam o mesmo caso, mas a partir de perspectivas diferentes: o primeiro, sob o olhar de Daniel Cravinhos, então namorado de Suzane, e o segundo, da visão da própria filha dos Richthofen. O menino é interpretado por Leonardo Bittencourt, e a protagonista, pela atriz Carla Diaz.

+++LEIA MAIS: Caso Richthofen: Filmes com Carla Diaz estreiam com críticas às tramas separadas e depoimentos 'frágeis'; confira

Antes de dar vida a Suzane von Richthofen, a atriz e apresentadora brasileira Carla Diaz se tornou conhecida, primeiro com o papel em Chiquititas (1998) e O Clone (2001), depois como Carine na novela A Força do Querer (2017) e, claro, como uma das integrantes do polêmico Big Brother Brasil 2021. Apesar da aclamação por parte do público, tanto nos filmes quanto na atuação da protagonista, os longas não tiveram ótima recepção da crítica.

O crítico Filipe Furtado, do jornal Folha de S.Paulo, por exemplo, opinou como os filmes são ruins: "Um dos maiores fracassos do projeto é o fato de uma versão ser tão divorciada da outra. Os filmes são codependentes, mas não se iluminam."

+++LEIA MAIS: A Menina que Matou os Pais: o que é real (e o que é ficção) em filme sobre caso de Suzane von Richthofen

De acordo com informações do Cinepop,Diaz se posicionou frente às crítica e falou sobre os desafios de interpretar von Richthofen: “Quando essa personagem apareceu na minha vida, não hesitei. Seria um desafio artístico gigantesco, que exigiria de mim dedicação, estudo e coragem. Críticas fazem parte da trajetória de um artista e eu embarquei nesse projeto pronta para enfrentá-las."

A atriz continuou, dizendo: "Foram incansáveis dias de preparação, reclusão e filmagens. Um trabalho que exigiu de mim um olhar artístico sem julgamento para uma história que pretende retratar um crime bárbaro, que mexe com as nossas emoções, com as mais profundas e incômodas emoções que passam pela aversão e pelo pavor," revelou Diaz.

+++LEIA MAIS: A Menina Que Matou Os Pais: 4 curiosidades do filme sobre caso de Suzane von Richthofen

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Carla Diaz (@carladiaz)