Morre Lina Wertmüller, primeira mulher indicada ao Oscar de Melhor Direção, aos 93 anos

Lina Wertmüller morreu na própria casa, na Itália, nesta quinta, 9 - e deixou um legado histórico nos cinemas

Redação Publicado em 09/12/2021, às 14h50

None
Lina Wertmüller (Foto: Reprodução /Twitter)

A cineasta Lina Wertmüller, a primeira mulher a receber um Oscar de Melhor Direção, morreu nesta quinta, 9, aos 93 anos de idade. A notícia foi confirmada pela imprensa italiana, de acordo com a Variety.

Wertmüller morreu na própria casa, na Itália, e deixou um legado histórico nos cinemas. Ao longo de quase 60 anos de carreira, a diretora e roteirista assinou 33 longas-metragens, segundo o IMDb, sendo o último deles o curta documental Roma, Napoli, Venezia... in un crescendo rossiniano (2014).

+++ LEIA MAIS: Conheça as 7 mulheres indicadas à Melhor Direção na história do Oscar [LISTA]

Pasqualino Sete Belezas (1975) recebeu quatro indicações, entre elas, Melhor Filme Internacional e Melhor Direção. "A defesa da honra, um forte valor na sociedade napolitana, e seus efeitos na vida de todo homem Pasquale Frafuso," diz a sinopse do IMDb.

Wertmüller não venceu a última categoria, mas rompeu barreiras históricas para as mulheres no Oscar. Além de Wertmüller, apenas seis mulheres concorreram ao prêmio. As diretoras Kathryn Bigelow (Guerra ao Terror) e Chloé Zhao (Nomadland) foram as únicas vencedoras da estatueta.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2022: Filme brasileiro está em pré-lista para Melhor Filme de Animação; conheça

Em 2019, Wertmüller foi homenageada com um Oscar honorário e ganhou uma estrela no Hollywood Walk of Fame. A diretora deixa a filha, a atriz Maria Zulima Job, fruto do casamento com Enrico Job.