Nicolas Cage defende Marvel novamente após críticas ao estúdio: ‘Não entendo o conflito’

Nicolas Cage se pronunciou de novo sobre críticas que a Marvel recebeu de grandes cineastas de Hollywood

Redação Publicado em 23/03/2022, às 17h53

None
Nicolas Cage (Foto: Astrid Stawiarz / Getty Images)

Nicolas Cage saiu em defesa à Marvel novamente após críticas de diversos nomes de Hollywood, como Francis Ford Coppola, Denis Villeneuve e Roland Emmerich, contra o estúdio. Em entrevista à GQ, ator afirmou que não entende o motivo desse conflito e não acha que os filmes de herói estão tomando o lugar de outras produções. (via Jovem Nerd)

“Por que eles fazem isso? Não entendo o conflito. Não concordo com eles nessa percepção ou opinião. Não acho que os filmes que faço, como Pig ou Joe, têm qualquer conflito com as produções da Marvel,” explicou ator.

+++ LEIA MAIS: Diretor de Godzilla, Roland Emmerich concorda com opinião de Scorsese sobre Marvel

Cage continuou: “O que eu quero dizer é que não acho que os filmes da Marvel tenham algo a ver com o fim dos longas de médio orçamento, entre US$ 30 ou US$ 50 milhões. Acho que os filmes estão indo bem, se você olhar para Ataque dos Cães, ou Spencer, ou qualquer filme da Megan Ellison. E há também Paul Thomas Anderson.”

Além disso, astro elogiou como o estúdio se preocupa em criar filmes que entretém toda a família. “Realmente houve uma evolução desde que fiz os dois longas do Motoqueiro Fantasma. Kevin Feige, ou quem quer que esteja por trás dessa engrenagem, encontrou uma forma incrível de unir todas essas histórias e personagens. O que poderia haver de errado com uma diversão sadia, que agrada aos pais e aos filhos, e dá às pessoas algo pelo que esperar? Eu só não vejo qual é o problema.”

+++ LEIA MAIS: Presidente da Disney defende filmes da Marvel e critica Scorsese e Coppola: "desrespeitosos"

Os comentários de Cage referem-se aos pronunciamentos de nomes influentes da indústria sobre as produções. Coppola, diretor de O Poderoso Chefão (1972), criticou em entrevista à GQ os filmes da Marvel e grandes blockbusters. Segundo o cineasta as produções são “protótipo de filmes [...] muito repetitivos.” Além dele, Martin Scorsese e Ridley Scott também admitiram não gostarem das franquias.