Noite Passada em Soho: 4 curiosidades sobre o filme; inspiração em Tarantino, teste de Anya Taylor-Joy e mais [LISTA]

Dirigido por Edgar Wright, Noite Passada em Soho é uma louca viagem entre realidade e alucinação

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 20/11/2021, às 12h00

None
Anya Taylor-Joy e Matt Smith em Noite Passada em Soho (Foto: Divulgação)

Em exibição nos cinemas, Noite Passada em Soho (2021) é o primeiro filme de terror psicológico de Edgar Wright — e é uma louca viagem entre realidade e alucinação cercada por espelhos e cenários neons. 

Estrelado por Anya Taylor-Joy e Thomasin McKenzie, o filme gira em torno da aspirante à estilista Eloise (Thomasin McKenzie), capaz de se transportar para Londres na década de 1960. Com isso, vê sua vida se misturar com a de Sandy (Anya Taylor-Joy), uma aspirante à cantora.

+++ LEIA MAIS: Noite Passada em Soho: Anya Taylor-Joy e Thomasin McKenzie embarcam em viagem alucinante para Londres dos anos 1960 em trailer do filme; assista

Pensando nisso, confira curiosidades sobre Noite Passada em Soho, segundo o Screen Rant


Quentin Tarantino inspirou o nome do filme

Wright trabalhava em um filme baseado no Soho, em Nova York, mas não tinha ideias para nomear a produção. Em uma conversa com Quentin Tarantino sobre o longa Death Proof (2007), o cineasta perguntou a Wright se ele já ouvira a música "Last Night in Soho". No mesmo instante, teve a ideia para nomear o longa-metragem.

+++LEIA MAIS: Noite Passada em Soho: trailer, estreia, elenco e tudo o que sabemos sobre filme de Edgar Wright com Anya Taylor-Joy e Thomasin McKenzie [LISTA]


Matt Smith precisou aprender a dançar para o filme

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Last Night in Soho (@lastnightinsohomovie)

 

Em entrevista ao Looper, Matt Smith revelou que a dança foi um dos aspectos que mais o chamou atenção em Noite Passada em Soho. Mas, curiosamente, o ator não sabia dançar e demorou muito mais para entender os movimentos do que qualquer outra pessoa.


Anya Taylor-Joy fez teste para outro filme de Edgar Wright

Fã declarada de Edgar Wright, Anya Taylor-Joy já havia feito teste para participar de outro filme do diretor, Em Ritmo de Fuga (2017) — mas não conseguiu o papel. Felizmente, agora, a atriz foi uma das protagonistas do novo longa do cineasta.

+++ LEIA MAIS: Don't Look Up: Netflix divulga trailer de filme com Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Meryl Streep, Ariana Grande e mais; veja


O processo de escrita foi semelhante a 1917

Em Noite Passada em Soho, Edgar Wright teve ajuda de Krysty Wilson-Cairns para escrever o roteiro, quem também co-escreveu 1917, de Sam Mendes. Com isso, a roteirista comparou os processos de escrita, pois ambos “permitem que você entre no mundo interior dos personagens."