Os Intocáveis vs. Intocáveis: Não confunda gângster americano com drama de Omar Sy

Apesar dos títulos quase idênticos, Os Intocáveis e Intocáveis são filmes completamente diferentes; confira

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 09/11/2021, às 18h46

None
Os Intocáveis e Intocáveis (Foto: Reprodução)

Confundir um filme é comum, ainda mais se os nomes são parecidos, como Os Intocáveis (1987) e Intocáveis (2011). No entanto, apesar dos títulos quase iguais, as histórias não tem nada a ver uma com a outra.

Estrelado por Robert De Niro, Kevin Costner e Sean Connery, Os Intocáveis é ambientado na cidade de Chicago, Estados Unidos, em 1930, durante a época da Lei Seca, a qual proibia a produção e venda de bebidas alcoólicas. Na trama, o agente federal Eliot Ness (Costner) quer acabar com a corrupção do gângster Al Capone (De Niro).

+++ LEIA MAIS: Como foi improviso de Robert De Niro em Taxi Driver?

Para isso, ele monta um time de homens que o ajudarão na missão, incluindo o policial Jim Malone (Connery). O filme foi aclamado pela crítica e nomeado para quatro Oscars, com Connery vencendo o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante.

Por outro lado, Intocáveis está longe de ser uma história de gângster. Estrelado por François Cluzet e Omar Sy, filme acompanha Philippe (Cluzet), um rico aristocrata que fica paraplégico após um grave acidente. Para ajudá-lo, contrata Driss (Sy), um jovem sem experiência como cuidador, mas que aos poucos aprende muito com Philippe e se torna um grande amigo.

+++ LEIA MAIS: Intocáveis: A verdadeira história por trás do filme com Omar Sy

O erro de confundir os filmes é mais comum do que parece e, infelizmente, nem os títulos originais ajudam nessa hora, pois em inglês os longas também tem nomes praticamente idênticos: Intouchables e The Untouchables. No entanto, vale a pena dar uma checada na sinopse antes de assistir para saber se escolheu o filme certo.