Os Oito Odiados: 8 referências a filmes clássicos na obra de Tarantino, de Clint Eastwood a Woody Allen [LISTA]

De Django a Bravura Indômita, essas são algumas das referências no filme Os Oito Odiados, de Quentin Tarantino

Beatriz Bim (sob supervisão Yolanda Reis) Publicado em 29/09/2021, às 15h47

None
Samuel L. Jackson em Os 8 Odiados (Foto: Reprodução / Vídeo)

Quentin Tarantino, vencedor de dois Oscars de Melhor Roteiro Original e quatro Globos de Ouro, é um dos maiores diretores modernos. Com obras recheadas de referências cinematográficas, os filmes do cineasta incluem diálogos famosos, cenas populares e trechos de trilhas sonoras de outros longas.

Os Oito Odiados(2015) não foi diferente. Oitava direção de Tarantino, a produção dividiu opiniões de fãs e críticos. Com enredo semelhante aos clássicos mistérios de Agatha Christie e com trilha sonora do compositor italiano Ennio Morricone (Cinema Paradiso) atribuindo um tom de filme de terror, Os Oito Odiados não é simplesmente mais uma história de faroeste.

+++LEIA MAIS: Quentin Tarantino fala sobre diretores que ‘copiam’ seus filmes: ‘Nenhum é tão bom quanto os meus’

Apesar da trilha sonora original (algo inédito para Tarantino), Os Oito Odiados está repleto de homenagens cinematográficas. O Screenrant separou oito referências de Os Oito Odiados que você (provavelmente) não percebeu; confira: 

8 - Os Sete Magníficos (1960)

A referência mais óbvia em Os Oito Odiados é o título; brinca com clássico faroeste de John Sturges, Os Sete Magníficos (1960). A própria obra de Sturges é releitura de Sete Samurais (1954), de Akira Kurosawa, ambientado no Velho Oeste.

+++LEIA MAIS: Por que Quentin Tarantino não dá dinheiro à mãe?

Ao nomear o filme como “odiados” em oposição à "magníficos", Tarantino destacou o fato dos personagens não serem nobres heróis como os protagonistas de Sturges. São cruéis e desumanos vilões.


7 - Rastros de Ódio (1956)

John Ruth (Kurt Russell), de Os Oito Odiados, foi inspirado em Ethan Edwards (John Wayne), do bangue-bangue Rastros de Ódio (1956). A frase "esse será o dia!", entregue impecavelmente na voz de Ruth, é ícone do longa de faroeste dos anos 1950. Pelo sotaque, é inegável a influência de Wayne no trabalho de Russell.

+++LEIA MAIS: Quentin Tarantino ficou confuso com Tenet: 'Preciso assistir de novo'


6 - Django (1966)

A homenagem mais óbvia de Tarantino à Django (1966), obra de Sergio Corbucci, é Django Livre (2012). Mas, o figurino de Samuel L. Jackson (Major Marquis Warren) em Os Oito Odiados- particularmente o sobretudo e cachecol, - foi fortemente influenciado pelo guarda-roupa de Nero em Django.


5 - O Enigma do Outro Mundo (1982)

O Enigma do Outro Mundo (1982), dirigido por John Carpenter e estrelado por Kurt Russell, retrata um grupo de pessoas presas e isoladas em um lugar congelante, incapazes de confiarem umas nas outras. Com trilha sonora de Ennio Morricone, a obra assemelha-se muito a Os Oito Odiados - se ignorarmos as metamorfoses do alienígena.

+++LEIA MAIS: Quentin Tarantino precisou cortar cena favorita de Era Uma Vez em... Hollywood; entenda

Como convidado do podcast de Christopher Nolan, Tarantino referiu-se a O Enigma do Outro Mundo como o “filme mais influente de Os Oito Odiados.”

 


4 - Bravura Indômita (1969)

Semelhante a Rastros de Ódio, em Bravura Indômita (1969) John Wayne não interpretou o clássico personagem heroico. Rooster Cogburn é um alcoólatra amargurado, relutando em ajudar uma adolescente a rastrear o assassino do pai.

+++LEIA MAIS: Quais são os livros favoritos de Quentin Tarantino?

Os Oito Odiados flerta também com Bravura Indômita. Tarantino inclui o personagem Bob Mexicano, como no filme de 1969, e a frase de John Ruth, "Ela é apimentada, não é?", pode ser uma referência a gangue de Ned Pepper em Bravura Indômita.

 


3 - Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977)

As alusões de Os Oito Odiadosnão se resumem a histórias de faroeste e filmes de terror. A obra de Tarantino também referencia a comédia romântica de Woody Allen, Noivo Neurótico, Noiva Nervosa - especificamente a frase dita pela excêntrica personagem Annie Hall, interpretada por Diane Keaton (O Poderoso Chefão).

+++LEIA MAIS: Como a vida de Quentin Tarantino demonstra amor pelo cinema? De empregado em locadora ao Oscar

Quando John Ruth chega à loja de Minnie, Oswaldo Mobray o apresenta como carrasco de Red Rock. Ruth diz: “La-di-da," frase dita por Annie Hall no primeiro encontro com Alvy Singer.

 


2 - O Vingador Silencioso (1968)

As conversas entre Major Warren, John Ruth, Chris Mannix e Daisy Domergue no ínicio de Os Oito Odiados fazem referência às cenas de Silence, Loco e Burnett no filme O Vingador Silencioso, de Sergio Corbucci.

+++LEIA MAIS: O que Quentin Tarantino achou de mobilização dos fãs para Snyder Cut?

O cenário congelante deOs Oito Odiadostambém parece referência aVingador Silencioso. O ambiente típico de inverno rigoroso na obra de Corbucci complementa os eventos sombrios da narrativa, assim como no filme de Tarantino.

 


1 - Os Imperdoáveis (1992)

Os Imperdoáveisfoi a despedida de Clint Eastwood como ator e diretor de faroeste, gênero marcante da carreira. Interpretou um pistoleiro aposentado, forçado a voltar à ação para vingar uma trabalhadora do sexo atacada.

+++LEIA MAIS: Quentin Tarantino imagina nova versão de Rambo com Adam Driver: 'Seria muito bom'

Em Os Imperdoáveis, o pistoleiro inexperiente atira no vilão enquanto está em um banheiro externo. Em Os Oito Odiados, Joe Gage (Michael Madsen) persegue e atira em alguém de maneira semelhante. Em ambos casos, o local destaca a covardia do atirador. No entanto, apenas no filme de 1992 o personagem sente remorso após o crime.