Patty Jenkins, de Mulher-Maravilha 1984, critica lançamento do filme no streaming: 'Prejudicial'

Diretora do filme da super-heroína, Patty Jenkins criticou o lançamento de longas nos serviços de streaming

Redação Publicado em 27/08/2021, às 12h05

None
Patty Jenkins (Foto: Emma McIntyre / Getty Images)

Mulher-Maravilha 1984 foi um dos estreantes do modelo de lançamento híbrido da HBO Max, sendo lançado nos cinemas e streaming simultaneamente. No entanto, a diretora do filme, Patty Jenkins, não acredita que a decisão tenha sido promissora, via Digital Spy

Originalmente planejado para ser lançado em dezembro de 2019, o filme sofreu uma série de adiamentos, tendo a estreia oficial nos cinemas da maioria dos países em dezembro de 2020. Devido ao cenário da pandemia, o longa-metragem chegou na mesma data aos assinantes da HBO Max nos Estados Unidos, sem nenhum custo extra.

+++LEIA MAIS: Gal Gadot precisou de cirurgia no pescoço e nas costas após filmagens de Mulher-Maravilha

Em uma participação na CinemaCon nesta quinta, 26, a diretora de Mulher-Maravilha 1984 criticou a decisão do lançamento híbrido, dizendo que foi um dos responsáveis pelo baixo retorno de bilheteria. 

"Foi a melhor escolha em um monte de escolhas ruins no momento," disse e acrescentou que o lançamento do simultâneo foi uma "experiência da partir o coração": "Foi prejudicial para o filme," explicou. 

+++LEIA MAIS: Patty Jenkins, diretora de Mulher-Maravilha 1984, "mal pode esperar para ver" Snyder Cut

Estrelada por Gal Gadot e Chris Pine, a sequência arrecadou apenas US$ 46,5 milhões no mercado doméstico e US$ 166,5 milhões em todo o mundo, valor baixo contra um orçamento de US$ 200 milhões.

"Eu sabia que isso poderia ter acontecido. Não acho que seja reproduzido da mesma forma em streaming. Nunca. Faço filmes para a experiência da tela grande," completou. 

+++ LEIA MAIS: Mulher-Maravilha 1984: 4 referências aos quadrinhos da DC encontradas no filme

Ainda, disse sobre os serviços de streaming: "Gosto de trabalhar com a Netflix para televisão, mas não faria um filme lá ou com qualquer serviço de streaming com esses termos. É difícil comercializar um filme quando ele tem recursos limitados."

Bem diferente da sequência - já disponível na HBO Max -, Mulher-Maravilha (2017), também com direção de Patty Jenkins, teve um retorno grandioso de bilheteria com US$ 822,3 milhões. 

+++LEIA MAIS: Mulher-Maravilha 1984: Todos os novos poderes de Diana [LISTA]


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!