Pedro Almodóvar critica Will Smith após comentários no Oscar: 'Fundamentalista'

O cineasta espanhol Pedro Almodóvar não gostou do discurso de Will Smith após vencer o Oscar de Melhor Ator

Redação Publicado em 31/03/2022, às 14h09 - Atualizado em 03/04/2022, às 12h30

None

Pedro Almodóvar criticou postura de Will Smith no discurso de vencedor do Oscar. Para o cineasta espanhol, referências ao demônio feitas pelo ator de King Richard (2021) foram desnecessárias e fundamentalistas.

Em coluna do Indiewire (via NME), Almodóvar afirmou não estar surpreso com a linguagem utilizada por Smith, mas não gostou de trecho do discurso onde ator cita ajuda de Denzel Washington para se acalmar: "No seu melhor momento, tome cuidado. É quando o demônio vai atrás de você."

+++ LEIA MAIS: Oscar 2022: O que Jaden Smith achou do soco de Will Smith em Chris Rock?

"Discurso pareceu mais como um líder de culto. Você não defende ou protege a família com seus punhos. E não, o diabo não se aproveita de momentos importantes para fazer seu trabalho," rebateu o diretor.

Pedro também debateu sobre a existência da figura maligna e acusou Smith de fundamentalismo: "O demônio não existe. Foi um discurso fundamentalista que não deveríamos ver e ouvir. Alguns dizem que foi o único momento real na cerimônia, mas estão falando sobre o monstro sem rosto das redes sociais. Para eles, ávidos por carniça, foi sem dúvidas o maior momento da noite."

+++ LEIA MAIS: Oscar 2022: Chris Rock não prestou queixa contra Will Smith após agressão; entenda

Durante o discurso, Will alegou ser parecido com Richard Williams, quem interpretou no longa-metragem. Ele descreveu o pai das tenistas Venus e Serena Williams como "louco," e defendeu que o amor faz as pessoas cometerem loucuras. Além disso, desculpou-se com a academia e com os colegas após soco no comediante Chris Rock.


Oscar: Por que Will Smith deu soco em Chris Rock?

A confusão começou após uma piada de Chris Rock sobre o cabelo de Jada Pinkett-Smith, esposa de Will. Rapidamente, Smith subiu ao palco da cerimônia e agrediu Rock com um soco no rosto. Rock então tentou dar sequência à apresentação, enquanto Will Smith, de volta a sua mesa, gritava: "tire o nome de minha mulher da p*rra da sua boca".

+++ LEIA MAIS: Oscar 2022: Will Smith é anunciado Melhor Ator minutos após agressão

"A violência em todas as suas formas é venenosa e destrutiva. Meu comportamento no Oscar de ontem à noite foi inaceitável e imperdoável. Piadas às minhas custas fazem parte do trabalho, mas uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim e reagi emocionalmente," afirmou em pedido de desculpas nas redes sociais.