Por que Aerosmith, Queen e mais ficaram de fora de trilha do Esquadrão Suicida 2? James Gunn responde

Diretor James Gunn tinha planos de incluir vários hits na sequência de Esquadrão Suicida

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 10/07/2021, às 12h40

None
Pôster de O Esquadrão Suicida (Foto: Divulgação/Warner Bros.)

James Gunn é conhecido por escolher grandes sucessos para a trilha sonora dos filmes que dirige e com Esquadrão Suicida (2021) não foi diferente. No entanto, vários hits ficaram de fora e, por isso, o diretor decidiu criar uma playlist para compartilhá-los e explicou o motivo de não inclui-los novo longa da DCEU.

Em entrevista à Empire, falou porque decidiu tirar "Draw The Line," do Aerosmith da cena do Esquadrão Suicida na água: "depois que o co-produtor Simon Hatt sugeriu para usarmos um pouco mais de tensão na cena, pensei que John Murphy atenderia melhor às nossas necessidades. E atende! Mas ainda sinto falta dessa música, provavelmente minha faixa favorita do Aerosmith."

+++ LEIA MAIS: Por que James Gunn tirou tatuagem de Arlequina em Esquadrão Suicida 2?

"Deathe on Two Legs," do Queen, também foi descartada. "Essa foi brevemente considerada para uma cena de ação com a Arlequina na época que escrevi o roteiro (sim, escrevo todas as músicas no roteiro), antes de eu fazer a escolha final para essa cena," disse.

Gunn também tinha outros planos para o começo do filme com "What a Way to Die," de The Pleasure Seekers: "Amo esse som de rock de garagem velho, o qual foi brevemente considerado para os créditos de abertura em vez de 'People Who Died' do The Jim Carroll Band."

+++ LEIA MAIS: Como James Gunn escondeu personagem de Idris Elba em Esquadrão Suicida 2?

Outra faixas como "Rusty Cage" do Johnny Cash e "A Perfect Miracle" do Spiritualized também não são parte da trilha sonora. Com Idris Elba, John Cena, Margot Robbie entre outros, Esquadrão Suicida de James Gunn estreia em 5 de agosto de 2021.


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL