Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Por que Jennifer Lawrence gostou de ter sido recusada para “Crepúsculo”

Atriz apresentou curiosa reflexão em recente entrevista, com um ponto de vista mais equilibrado a respeito de seu início de carreira

Por Igor Miranda (@igormirandasite) Publicado em 11/07/2023, às 21h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem Por que Jennifer Lawrence gostou de ter sido recusada para “Crepúsculo”

Crepúsculo foi um dos filmes de maior sucesso dos anos 2000. Lançado em 2008, o longa dirigido por Catherine Hardwicke materializou o primeiro livro da saga homônima escrita por Stephanie Meyer. No elenco, nomes como Kristen Stewart (Isabella Swan), Robert Pattinson (Edward Cullen) e Taylor Lautner (Jacob “Jake” Black) se mostraram escolhas acertadas para a proposta do romance fantasioso.

Não à toa, a adaptação cinematográfica rendeu uma bilheteria de quase US$ 400 milhões, cerca de dez vezes mais que o investimento inicial de US$ 37 mi. Foi criado ainda um cenário onde outros livros seriam adaptados, formando também uma quintologia.

Essa história poderia ter sido bem diferente se outros atores fossem escolhidos para o trabalho. Para a função da protagonista Isabella Swan, por exemplo, Jennifer Lawrence chegou a ser testada - e, curiosamente, recusada de imediato, algo que ela acabou curtindo no fim das contas.

+++ LEIA MAIS: Jennifer Lawrence fica 'nervosa' com atores do método; entenda

Em entrevista ao podcast The Rewatchers(via Far Out), J-Law lembrou que pouco tempo depois assumiria um papel principal em outra franquia de peso: Jogos Vorazes. O primeiro filme da saga foi lançado em 2012 e arrecadou quase US$ 700 milhões diante do investimento de US$ 78 mi, também viabilizando uma série de sequências. Inicialmente, ela declarou:

“Se eu tivesse sido aprovada naquele teste, minha vida teria sido totalmente diferente.”

Logo em seguida, Lawrence refletiu que, na verdade, sua trajetória não teria sido tão diferente assim. Como Jogos Vorazes também se tornou uma enorme franquia, o dilema enfrentado por ela na sequência da carreira foi similar ao de Kristen Stewart.

“Quer dizer, o trabalho ainda é o mesmo, porque me senti semelhante quando estava fazendo Jogos Vorazes. Tenho que produzir filmes intermediários para não ser conhecida apenas por essa franquia.”

O que talvez seja consenso é que seu trabalho para se desvencilhar de uma personagem teria sido bem maior caso ela estivesse vinculada a Crepúsculo. Talvez porque, no caso do romance, a trama estivesse muito ligada a Isabella Swan.

“Eu ainda estava em uma franquia, então ainda estava tentando neutralizar a franquia. E eu teria que fazer isso até hoje se estivesse em Crepúsculo.”

Jennifer Lawrence quase recusou Jogos Vorazes

Durante a mesma entrevista, Jennifer Lawrence fez outra revelação curiosa a respeito de seu trabalho em Jogos Vorazes. A atriz disse que quase recusou a proposta de atuar no primeiro filme.

O motivo? Os níveis obsessivos de idolatria que os fãs poderiam exercer em sua atuação.

“Foi tão difícil de explicar para as pessoas. Era tipo: ‘não acho que você entenda esse nível de fama’. Apenas presumi que seria como Crepúsculo, como o nível de fama obtido com Crepúsculo. Isso nunca foi algo que eu tinha em mente em meu trabalho.”

Por fim, a artista contou que sua prioridade era fazer bons filmes, muitas vezes independentes, sem grandes estúdios por trás. A prioridade não era a conquista da fama e do superestrelato, o que, ironicamente, acabou acontecendo com ela.

“Eu queria fazer filmes independentes e bons filmes, mas não queria ser a pessoa mais famosa do planeta. Essa é uma vida muito diferente do que eu imaginei para mim.”