Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Cinema / Exigência

Por que Keanu Revees pediu para ser 'morto definitivamente' em John Wick 4?

Produtor da franquia explicou consequências que Keanu Revees teve com filmagens intensas de John Wick 4: Baba Yaga

Redação Publicado em 19/09/2023, às 08h50

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Keanu Reeves em John Wick 4: Baba Yaga (Foto: Divulgação)
Keanu Reeves em John Wick 4: Baba Yaga (Foto: Divulgação)

Um dos grandes lançamentos dos cinemas em 2023, John Wick 4: Baba Yaga chegou ao Brasil no dia 23 de março e contou com uma cena bastante impactante: o protagonista interpretado por Keanu Reeves foi dado como morto após batalha brutal contra Caine (Donnie Yen) e Marquês Vincent de Gramont (Bill Skarsgård). Porém, o ator queria que o personagem dele fosse "morto definitivamente."

No entanto, essa cena parece que não surtiu bastante efeito na franquia, porque John Wick 5 foi confirmado com o retorno de Reeves no papel principal. Durante entrevista ao Collider, o produtor Basil Iwanyk revelou como o ator canadense estava cansado das filmagens e pediu para o personagem morrer.

+++LEIA MAIS: John Wick 5: diretor não sabe quando filme será produzido

"Depois do segundo, terceiro e quarto filmes, fazer esses filmes é muito cansativo e destrói Keanu, física e emocionalmente. No final, ele sempre diz: ‘Não posso fazer isso de novo’ e nós concordamos com ele," afirmou o executivo.

O cara é apenas uma sombra de si mesmo porque ele simplesmente vai em frente. Ele disse: ‘Eu quero ser morto definitivamente no final deste filme.' Nós pensamos: ‘Sabe, vamos deixar uma pequena abertura de 10%.’

John Wick 4: Diretor defende personagem de Bill Skarsgård

Um dos principais filmes de 2023, lançado no dia 23 de março nos cinemas brasileiros, John Wick 4: Baba Yaga chegou a sofrer algumas críticas, como o sotaque de Marquês Vincent de Gramont, interpretado por Bill Skarsgård. Agora, o diretor do filme defendeu o trabalho do ator.

+++LEIA MAIS: Final alternativo de John Wick 4: Baby Yaga foi descartado por fãs; entenda

Vale lembrar como o personagem de Skarsgård é uma espécie de aristocrata francês que é um membro poderoso da Alta Cúpula - e o sotaque europeu incomodou algumas pessoas. Durante entrevista ao podcast Happy Sad Confused, Chad Stahelski comentou como essa decisão foi proposital.

"[Skarsgård] veio até mim e disse: 'Quero fazer um pouco de francês fod***, como sotaque cajun,'" relembrou o cineasta. "E eu pensei: 'Não tenho ideia de como isso soa.' Algumas pessoas nos criticaram um pouco porque não é um bom sotaque francês. Eu fico tipo: 'Gente, não deveria ser francês.' Tipo, ele não estava tentando ser francês, ele é um cara que fala francês, só isso."