Por que Pânico 5 ignora parte importante da história da franquia? Diretores explicam

Revelações feitas em Pânico 3 não influenciaram roteiro do último filme da franquia

Dimitrius Vlahos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 21/01/2022, às 08h54 - Atualizado em 03/02/2022, às 17h30

None
Pânico (Foto: Divulgação)

[Atenção: este texto contém spoilers da franquia Pânico]

Pânico 5 (2022) ignora revelações feitas no terceiro filme da franquia de terror. Segundo o diretor, Matt Bettinelli-Olpin, a alteração no enredo original não foi pensada, mas pode se relacionar com repercussão negativa de Pânico 3 (2000).

O longa-metragem se passa em Hollywood em vez de Woodsboro. Em enredo metalinguístico, Roman Bridger (Scott Foley) é diretor do filme Stab - Return To Woodsboro e tentou assassinar o elenco por trás da máscara. Pânico 3 também revela como Bridger foi responsável por induzir Billy (Skeet Ulrich) e Stu (Matthew Lillard) a cometerem os assassinatos da estreia da franquia.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Scream (@screammovies)

+++ LEIA MAIS: Pânico 5: Elenco não sabia quem era o Ghostface até final das filmagens, revela roteirista

Em Pânico 5, no entanto, os personagens consideram Billy e Stu como o início da jornada de Ghostface. Bettinelli-Olpin admitiu ao Cinema Blend: "É engraçado. Estava assistindo Pânico 3 há alguns dias e pensei: 'Isso conta?' Nos filmes da franquia realmente amados por nós, foram Billy e Stu quem começaram isso."

Embora ignore as revelações do terceiro filme, há diversas referência a Pânico 4, mostrando como a alteração provavelmente aconteceu sem intenção. "Vocês descobriram algo que, propositalmente ou não, simplesmente ignoramos.

+++ LEIA MAIS: Pânico: Como estão atores da franquia 26 anos após 1º filme?

"Aquilo foi o começo da saga para todos nós, fãs. Aqueles dois assassinos são tão específicos," completou o co-diretor Tyler Gillett.  


Pânico 5

Pânico 5 foi dirigido pela dupla Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, sendo o primeiro filme da saga sem direção de Wes Craven, devido à morte do cineasta em 2015. Além disso, a produção contou com o retorno dos principais atores, como Neve Campbell, Courteney Cox e David Arquette, e chegou aos cinemas no dia 13 de janeiro de 2022.