Por que Quentin Tarantino não dá dinheiro à mãe?

Apesar de todo o sucesso na extensa carreira, Quentin Tarantino nunca ajudou a mãe com dinheiro para comprar casas ou carros; entenda

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 09/08/2021, às 21h13 - Atualizado em 11/08/2021, às 12h03

None
Quentin Tarantino (Foto: Emma McIntyre / Getty Images)

Quentin Tarantino é um dos diretores de cinema mais bem sucedidos da história — com filmes como Pulp Fiction (1994) e Kill Bill (2003) em seu repertório, o cineasta venceu dois Oscars de Melhor Roteiro Original, além de ser eleito o 19° maior diretor dos últimos 25 anos, segundo a empresa de pesquisas Quartz. A mãe de Tarantino, no entanto, não desfrutou do sucesso ao lado do filho; ela, inclusive, não ganha nenhuma ajuda financeira.

De acordo com informações do Consequence Film, o cineasta confessou guardar rancor de um insulto proferido pela mãe durante a infância. Ela tinha dificuldade em entender "a falta de habilidade do filho em assuntos acadêmicos," como Tarantino contou em entrevista ao podcast The Moment (via The Hollywood Reporter).

+++LEIA MAIS: Quentin Tarantino pensa em virar escritor após aposentadoria dos cinemas

Tarantino agravava o problema: ao invés de prestar atenção nas aulas, escrevia roteiros. "Ela estava me cobrando sobre isso e, de repente, no meio da fala, disse: 'Ah, e por falar nisso, essa sua pequena carreira de roteirista? — fazendo aspas com os dedos — Essa me*** terminou!'"

O diretor explicou que a mãe se referia aos projetos nos quais o filho trabalhava durante as aulas, quando precisava prestar atenção nos professores. Porém, Tarantino ficou muito impactado com o comentário e disse: "Tudo bem, senhora. Quando eu me tornar um roteirista de sucesso, você não verá um centavo. Não terá casa para você, nem viagens, nem um Elvis Cadillac para a mamãe. Você não terá nada, porque disse isso."

+++LEIA MAIS: Quentin Tarantino precisou cortar cena favorita de Era Uma Vez em... Hollywood; entenda

Décadas mais tarde, o cineasta cumpriu a sua palavra. Na entrevista a Brian Koppelman, Tarantino detalhou como ajudou a mãe com um problema no serviço de receita do Governo Federal dos Estados Unidos, mas "sem casas, sem Cadillacs." Quando questionado sobre a atitude, o diretor afirmou: "Existem consequências para palavras de pais lidando com crianças. Lembre-se: o tom sarcástico sobre assuntos importantes para eles pode impactar muito."


+++ FIUK: 'TENHO ROCK NA VEIA DESDE CRIANÇA' | ENTREVISTA | RS