Resident Evil: Bem-Vindo a Raccoon City: Diretor revela parte mais difícil de adaptar personagens do videogame

Baseado nos dois primeiros jogos da franquia, Resident Evil: Bem-Vindo a Raccoon City promete ser mais fiel ao material original

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 01/09/2021, às 09h52

None
Resident Evil: Bem-Vindo a Raccoon City (Foto: Divulgação/Sony Pictures)

Johannes Roberts, diretor de Resident Evil: Bem-Vindo a Raccoon City, revelou a parte mais difícil de adaptar personagens do videogame desenvolvido pela Capcom. A franquia teve outros seis filmes, estrelados por Milla Jovovich, mas foram criticados por diversos fãs por se distanciar do material original.

No entanto, a sétima empreitada de Resident Evil parece ser mais fiel aos games, porque conta com a presença de personagens conhecidos e icônicos, como Claire Redfield (Kaya Scodelario), Chris Redfield (Robbie Amell), Albert Wesker (Tom Hopper), Leon S. Kennedy (Avan Jogia) e Jill Valentine (Hannah John-Kamen).

+++LEIA MAIS: Tudo o que sabemos sobre novo filme de Resident Evil: título, elenco, lançamento e mais

"Sempre voltávamos ao jogo quando olhávamos para os personagens, criaturas e locais. Era nossa estrela-guia. Como eu disse antes, trabalhamos em estreita colaboração com Capcom," revelou Johannes Roberts ao IGN. "Cada personagem e criatura é do game e, como tal, queria para ser o mais fiel possível. Queria criar um sentimento verdadeiramente envolvente para os fãs."

"Mas isso também se tornou a parte mais complicada de adaptar uma franquia como esta, porque não queria apenas colocar o jogo na tela - precisava ser algo próprio com personagens e criaturas vivas (e, claro, zumbis!) que parecia verdadeiro para o mundo," continuou. "Há algumas paradas legais lá. Quero dizer, as criaturas parecem incríveis. Era uma mistura de próteses, CGI e criadores de desempenho."

+++LEIA MAIS: Melhor do que The Walking Dead? 7 motivos para enlouquecer com série live-action de Resident Evil

O cineasta ainda explicou como será possível identificar os monstros do game na tela do filme, mas a equipe precisou ir "além do game," com intuito de fazer as "criaturas aterrorizantes" trazerem a sensação de existirem na vida real para os espectadores e fãs de Resident Evil.

Previsto para 24 de novembro de 2021 nos Estados Unidos, Resident Evil: Bem-Vindo a Raccoon City adapta os dois primeiros jogos da franquia, lançados em 1996 e 1998. A trama original se passa em 1998, quando crimes bizarros começam a assolar a pequena Raccoon City. As vítimas são brutalmente assassinadas e os corpos apresentam sinais de canibalismo e violência extrema.

+++LEIA MAIS: 6 games que queremos muito jogar em 2021: Resident Evil Village, God of War e mais [LISTA]


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!