Rocky: 7 curiosidades sobre os filmes que você (provavelmente) não sabia; problemas financeiros, carta de Elvis e mais [LISTA]

Para além da história do Garanhão Italiano, há diversas curiosidades sobre os bastidores de Rocky; confira

Beatriz Bim (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 24/10/2021, às 17h00 - Atualizado em 01/11/2021, às 13h40

None
Sylvester Stallone em Rocky (Foto: Divulgação)

Com diversos filmes envolvendo esportes e histórias inspiradoras sobre atletas, não há segredo quanto ao favoritismo de Rocky Balboa (Sylvester Stallone). Com narrativa seguida em oito capítulos,Rocky  (1977) tornou-se uma das franquias mais queridas do cinema.

Mesmo após 44 anos da estreia do primeiro filme, os personagens cativantes, trilha sonora genial e cenas inesquecíveis ainda fazem o público vibrar.

+++LEIA MAIS: Rocky: todos os filmes classificados do pior ao melhor

Do embate final entre Rocky e Apollo Creed (Carl Weathers) aos altos e baixos do relacionamento do personagem com Adrian Pennino (Talia Shire), a aclamada história ganhou três Oscars, incluindo o de Melhor Filme.

No entanto, Rocky  não se resume a história do Garanhão Italiano. Entre problemas financeiros, inspiração em personalidades reais e aclamação por astros do entretenimento, listamos sete curiosidades sobre os filmes que você (provavelmente) não sabia; confira:

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Rocky Balboa (@rockymovie)

+++LEIA MAIS: Rocky 4: Trailer, elenco e tudo que sabemos sobre a versão do diretor [LISTA]


O primeiro rascunho foi escrito em três dias e meio

Nem todos os atores fazem sucesso do dia para noite em Hollywood - e com Sylvester Stallone não foi diferente. No início dos anos 1970, com 23 anos, Stallone era um artista desconhecido tentando conquistar a fama na Califórnia, EUA.

Certa noite, decidiu assistir Muhammad Ali lutar contra Chuck Wepner, quem era apelidado de Bayonne Bleeder (tradução livre: Sangrento de Bayonne) e enfrentava um dos maiores lutadores de todos os tempos.

+++LEIA MAIS: 43 anos de Rocky: entenda a história do boxeador mais adorado do cinema

Para o ator, a luta se resumiria a Ali derrotando facilmente Chuck, mas o resultado foi surpreendente. Por oito rodadas, Muhammad dançou ao redor de Wepne, enquanto o público clamava o nome do astro. No entanto, foi Bayonne Bleeder quem deu o primeiro grande golpe da noite, mandando o campeão para o outro lado do ringue.

Stallone saiu da arena inspirado e seguro sobre a história: escreveria a repeito de um desconhecido boxeador da Filadélfia, EUA, desafiado a lutar com o campeão Apollo Creed. O ator desenvolveu o primeiro roteiro do filme em apenas três dias. A história tinha 90 páginas e cerca de um terço foi usado no longa.

+++LEIA MAIS: Sylvester Stallone não era primeira, nem segunda opção para viver Rocky Balboa no cinema - e ainda bem que deu errado para os outros

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sly Stallone (@officialslystallone)


Stallone se recusou a vender a história

Após participar de um teste de elenco malsucedido, Stallone compartilhou o roteiro escrito em três dias com os produtores. Interessados na história de Rocky, disseram-lhe para trazer o projeto mais tarde para explicar melhor a história do boxeador.

Sylvester disse aos produtores as ideias para o filme e os produtores adoraram a narrativa, mas não o queriam como protagonista. Aceitar um ator desconhecido e sem trabalhos importantes na carreira era um risco imenso.

+++LEIA MAIS: De Rocky a Rambo: Objetos de filmes de Sylvester Stallone irão a leilão

Assim, ofereceram a Stallone US$ 360 mil pelo roteiro, mas ele deveria se afastar do papel. Embora Sylvester passasse por dificuldades financeiras na época — com apenas de US$ 100 no banco — recusou a proposta. Ao final, os produtores concordaram em dar US$ 1 milhão de orçamento para produzir e estrelar o filme.


Stallone vendeu o próprio cachorro para sobreviver

Stallone foi obrigado a enfrentar várias dificuldades financeiras enquanto lutava pela carreira de ator. Antes do sucesso em Rocky, o astro não conseguia pagar o aluguel ou comprar comida, e, inclusive, precisou dormir por três dias na rodoviária de Nova York.

+++LEIA MAIS: Sylvester Stallone diz que Dolph Lundgren quase o matou nas gravações de Rocky IV

No entanto, um dos momentos mais difíceis para Stallone foi quando precisou vender o cachorro por US$ 40 na porta de uma loja de conveniência para comprar comida. Após negociar o filme por US$ 35 mil, voltou ao local e ofereceu ao homem US$ 1 mil pelo animal.

O sujeito recusou a proposta, mas o ator não desistiu. Stallone finalmente conseguiu convencê-lo, comprando o cachorro por US$ 15 mil e oferecendo ao homem uma participação no filme. Ainda, o amado Butkus participou de dois filmes da franquia e viveu com o astro até 1981, quando morreu após problemas cardíacos.

+++LEIA MAIS: Por que Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger se odiavam?

Stallone compartilhou no Instagram: “Tinha 26 anos, estava totalmente quebrado, estagnado, tinha apenas duas calças, sapatos com buracos e todos os meus sonhos estavam distantes… Mas tinha o meu cachorro, Butkus, meu melhor amigo, meu confidente, quem sempre ria das minhas piadas e me amava por ser quem era!" O ator brincou: "Na verdade,Rocky foi ideia dele.”

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sly Stallone (@officialslystallone)


Charlie Chaplin e Elvis Presley eram fãs do primeiro filme

Rocky fez sucesso não apenas com o público dos cinemas, mas com dois dos artistas mais famosos da indústria do entretenimento. Pouco tempo depois da estreia do primeiro filme, Stallone recebeu uma carta de Charlie Chaplin.

+++LEIA MAIS: Os 6 filmes que Sylvester Stallone se arrepende de ter feito [LISTA]

Na mensagem, Chaplin fez vários elogios ao longa, afirmando lembrar de um personagem interpretado na carreira e convidou o ator para visitá-lo na Suíça. O diretor faleceu alguns meses depois e Stallone lamentou ter recusado o convite.

Após a solicitação de Charlie, foi a vez de Elvis Presley contatá-lo. O cantor escreveu uma carta ao ator alegando alugar um cinema em Memphis, EUA, para sessão especial de Rocky e convidou-o para participar do evento. Stallone também recusou o convite, dizendo ser muito tímido na época.

+++LEIA MAIS: Filme de Stallone previu distanciamento social há 27 anos; conheça


Cena socando carne foi inspirada em lutador

Os métodos de treinamento do Garanhão Italiano são memoráveis: de beber ovos crus na madrugada e a famosa corrida pelas ruas da Filadélfia até o momento em que Rocky esmurra bifes gigantes enquanto concede uma entrevista. A cena foi inspirada no boxeador americano Joe Frazier.

Quando o lutador era jovem, trabalhou em um matadouro onde socava os lados da carne para treinar. Em entrevista ao The Guardian, em 2008, Joe compartilhou: “Às vezes, de manhã cedo, descia por aquele longo trilho de carne e trabalhava nos meus socos. Foi assim que Stallone teve a ideia para Rocky.”

+++LEIA MAIS: Stallone quebrou as costas e Jason Statham quase morreu: os acidentes de ‘Mercenários 3’

O trecho foi performado de verdade pelo ator. Sylvester, ao esmurrar a carne por tanto tempo e com força, achatou o metacarpo/nós dos dedos. Mesmo anos após o acontecimento, é perceptível o desnível da região quando fecha os punhos.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Rocky Balboa (@rockymovie)


Rocky foi filmado em apenas 28 dias

Como o estúdio não acreditava no sucesso de Rocky sem uma grande estrela como protagonista, o filme enfrentou diversas limitações de recursos.

+++LEIA MAIS: Próximo filme de Sylvester Stallone terá futuro pós-apocalíptico e EUA em zona de guerra

O acordo finalizado concedeu aos produtores o direito de demitir Stallone a qualquer momento dentro de 14 dias, caso o ator tivesse comportamentos problemáticos no set.  Além disso, reduziram o orçamento do filme para US$ 900 mil e deram menos de um mês para filmar.

O prazo apertado teve alguns impactos na produção. Um deles ocorreu com o figurino do personagem. Inicialmente, o robe de boxe de Rocky não seria largo. O departamento de figurinos enviou a vestimenta no dia das filmagens, e a peça ficou grande para Sylvester. Sem tempo para mudá-la, Stallone escreveu um diálogo na cena para destacar que o manto era largo.

+++LEIA MAIS: Sylvester Stallone tem 1 sucesso de bilheteria por década; saiba quais são

Apesar de todos os contratempos, Stallone finalizou as filmagens em apenas 28 dias e impressionou a todos com a conquista. Ao ser indagado atualmente, afirmou não ter certeza de como conseguiu o feito.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sly Stallone (@officialslystallone)


Beijo de Rocky e Adrian foi diferente do roteiro

O beijo entre Rocky e Adrian na cozinha do protagonista foi diferente da cena roteirizada. Talia Shire estava resfriada durante as filmagens e hesitou em beijar Stallone por medo de transmitir a doença. O comportamento teve uma finalização excelente e os envolvidos decidiram mantê-la no filme. Stallone declarou considerar a cena do beijo favorita em todos os filmes de Rocky

+++LEIA MAIS: Schwarzenegger enganou Sylvester Stallone a fazer o pior filme da carreira; entenda

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sylvester Stallone (@sylvesterstalloneofflcial)