Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Thor: Amor e Trovão sofre queda expressiva nas bilheterias

Mesmo com grande queda, Thor: Amor e Trovão continua como maior bilheteria nos EUA atualmente

Redação Publicado em 18/07/2022, às 11h51

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Poderosa Thor e Thor Odinson (Foto: Reprodução/Empire)
Poderosa Thor e Thor Odinson (Foto: Reprodução/Empire)

Um dos principais lançamentos do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) em 2022, Thor: Amor e Trovão domina bilheteria dos Estados Unidos, mas mesmo assim teve queda expressiva de 68% na segunda semana do filme em exibição, segundo informações do Tangerina.

No segundo final de semana em cartaz, o filme dirigido por Taika Waititi e estrelado por Chris Hemsworth US$ 46 milhões, cerca de R$ 247,39 milhões na cotação atual do dólar estadunidense. Em comparação, Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (2022) sofreu uma queda similar, mas menor: 67%.

+++LEIA MAIS: Thor: Amor e Trovão: Taika Waititi rejeita corte do direitor: 'É uma merd*'

Em segundo lugar no ranking das bilheterias nos Estados Unidos, vem Minions 2: A Origem de Gru com aproximadamente US$ 26 milhões. Um Lugar Bem Longe Daqui completa o pódio na terceira colocação com US$ 17 milhões.


Thor: Amor e Trovão é banido na China por cena LGBTQ+

Thor: Amor e Trovão, quarto filme sobre o Deus do Trovão interpretado por Chris Hemsworth, teve a estreia banida da China por conter cenas LGBTQIA+, se tornando o sexto filme dos estúdios a ser banido pelo preconceito de gênero. A informação é do The Hollywood Reporter.

+++ LEIA MAIS: Thor 4: Chris Hemsworth revela condição para retornar como herói

O filme segue Lightyear (2022), Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (2022), West Side Story (2021) e Eternos (2021) em uma lista crescente de grandes títulos da Disney a serem bloqueados pelos devido à inclusão de cenas LGBTQ+, que muitas vezes entram em conflito devido à homossexualidade ser oficialmente ilegal em grande parte do Oriente Médio e Ásia.

O órgão de regulamentação do país apontam como falhas no roteiro as cenas que brevemente sugerem que Valquíria, personagem de Tessa Thompson, é bissexual, e que Korg, interpretado por Taika Waititi, é gay.

+++ LEIA MAIS: Thor: Chris Hemsworth quase perdeu papel para o irmão, Liam: ‘Meu teste foi uma m*rda’

Durante a exibição dos filmes para as produtoras mundiais, a Walt Disney Productions, agora responsável pelo Universo Marvel, nem mesmo teria mostrado aos censores, sabendo que ele não seria aprovado sem cortes. 

Fontes de duas grandes redes de cinema na China afirmaram ao portal especializado que Thor: Amor e Trovão deve mesmo enfrentar o mesmo destino que Lightyear, animação da Pixar, banida em mais de 10 países do Oriente Médio por cenas homossexuais.

+++LEIA MAIS: Thor: Amor e Trovão: Chris Hemsworth não comeu carne para beijar Natalie Portman no filme