Top Gun 2: Diretor quer copiar efeitos práticos para filme sobre Fórmula 1

Joseph Kosinski, diretor do filme da Fórmula 1, pretende utilizar mesma estratégia da produção com Tom Cruise

Dimitrius Vlahos (sob supervisão de Eduardo do Valle) Publicado em 22/06/2022, às 13h03

None
Tom Cruise em Top Gun (Foto: Divulgação)

Top Gun: Maverick trouxe debate sobre uso exagerado de CGI no lugar efeitos práticos. A computação gráfica excessiva não agrada o diretor Joseph Kosinski, responsável por longa-metragem sobre Fórmula 1 - a mais importante competição de carros monopostos - produzido pela Apple TV+.

Em entrevista ao The Wrap (via E-Pipoca), Kosinski afirmou: "Certamente, ver as pessoas reagindo a um filme autenticamente capturado na câmera como Top Gun nos faz sentir bem que nossa abordagem funciona e é apreciada pelo público. É quase engraçado ver pessoas apaixonadas pela imagem real." 

+++ LEIA MAIS: Ferrari: Elenco, sinopse e tudo que sabemos sobre cinebiografia com Adam Driver

Para o cineasta, após décadas de evolução da computação gráfica e uso excessivo em alguns gêneros, com nos filmes da Marvel e DC, público perdeu contato com efeitos práticos - que trazem sensação de maior realismo.

Eles estão tão acostumados com o CGI sendo uma ferramenta de grandes filmes que quando você filma algo de verdade, parece inovador.

O plano para o filme é filmar corridas reais de Fórmula 1 para entregar experiência completa ao público. O piloto britânico e heptacampeão, Lewis Hamilton, participará do projeto. Além disso, Brad Pitt está confirmado como protagonista.

+++ LEIA MAIS: Fórmula 1: Brad Pitt será protagonista em filme sobre competição automobilística

Joseph Kosinski não é o único integrante da equipe de Top Gun 2. Ehren Kruger retorna ao time como roteirista. Ainda não há título nem data de estreia definidos para a produção.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Top Gun (@topgunmovie)