Tubarão: como Steven Spielberg quase arruinou final do filme com cena bizarra?

Clássico do cinema, Tubarão quase teve cena final sombria - e isso teria tornado o filme de Steven Spielberg um fracasso

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 07/09/2021, às 13h30 - Atualizado em 08/09/2021, às 14h10

None
Tubarão (Foto: Reprodução/Universal Studios)

Tubarão (1975) é um clássico do cinema responsável por alavancar a carreira de Steven Spielberg como diretor. A princípio, o filme terminaria com uma cena sombria de vários tubarões - e isso teria arruinado o longa-metragem. 

O filme é uma adaptação do livro homônimo de Peter Benchley. Muito da história original não fez parte do roteiro de Tubarão, como o final em que Brody (Roy Scheider) e Hooper (Richard Dreyfuss) são comidos após o tubarão atacar a gaiola. 

+++ LEIA MAIS: Tubarão: Como filme seria se fosse feito hoje? Steven Spielberg responde

Spielberg considerou esse final anti-climático, mas insistia na ideia do filme terminar com uma sequência na qual, após Brody matar o tubarão, diversas outras barbatanas e tubarões vêm em sua direção.

Segundo o Screen Rant, a ideia acabaria afetando negativamente a produção. Além de tornar o final mais sombrio, não havia menção de outro tubarão no local e nem era muito plausível a existência de vários tubarões-brancos naquela região. Pensando assim, a cena faltaria com a lógica mostrada no roteiro. 

+++ LEIA MAIS: Por que Steven Spielberg não fez sequência de Tubarão?

Felizmente, Spielberg tomou a melhor decisão - a qual tornou Tubarão um sucesso de crítica, público e o ajudou a alcançar a posição de um dos diretores mais bem-sucedidos da indústria cinematográfica.

Sobre Steven Spielberg

Spielbergnasceu nos EUA, mas foi para Austrália ainda criança. Durante a infância, amava rodar filmes caseiros com as irmãs, e  aos 16 fez seu primeiro filme oficial em uma câmera Super-8. Aos 22, lançou Amblin no Festival de Veneza, oficialmente a estreia profissional.

Em 1975, Tubarão o lançou ao estrelato - e, logo seguiram outros, como Contatos Imediatos do Terceiro Grau (1977), Indiana Jones(1981), E.T.e Poltergeist, ambos de 1982, entre diversos outros. Com 36 filmes no currículo, é o diretor que mais aparece na lista de 100 Melhores Filmes Americanos de Todos os Tempos do American Film Institute.


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!