Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Vídeo mostra último registro de Godard antes do suicídio assistido; veja

Lendário diretor, Jean-Luc Godard morreu aos 91 por suicídio assistido

Redação Publicado em 26/09/2022, às 11h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jean-Luc Godard (Foto: Reprodução)
Jean-Luc Godard (Foto: Reprodução)

Alguns dias após a morte do lendário diretor Jean-Luc Godard aos 91, Paul Grivas, também diretor e sobrinho do cineasta, publicou último registro de Godard no Vimeo no último domingo, 25, segundo informações do Terra.

No vídeo de cerca de 40 segundos gravado por Jean-Luc Godard, o cineasta fuma um charuto, encara a câmera e se levanta nos últimos momentos da filmagem. Vale destacar o título da publicação no Vimeo: "Oh! Revoir" ("Oh! Ver de novo," na tradução livre) faz uma brincadeira de palavras com a expressão "Au revoir," a qual significa "tchau." Assista aqui.

+++LEIA MAIS: Não Se Preocupe, Querida: Relembre as polêmicas do filme com Harry Styles e Florence Pugh [LISTA]

Morre Jean-Luc Godard, diretor francês, aos 91 anos

Jean-Luc Godard, responsável por revolucionar o cinema mundial, morreu nesta terça, 13, aos 91 anos. A notícia foi confirmada por Anne-Marie Mieville, esposa do cineasta, segundo a Reuters.

A causa da morte não foi divulgada, mas o comunicado diz (via G1): "Jean-Luc Godard morreu pacificamente em casa, cercado por entes queridos."

+++ LEIA MAIS: Anna Karina, símbolo da Nouvelle Vague, morre aos 79 anos

Viver a Vida (1962) Acossado (1960) e O desprezo(1963), com Brigitte Bardot, são alguns dos filmes de Godard, um dos pioneiros do movimento Nouvelle Vague, criado na França e popularizado ao redor do mundo. Os cortes ágeis e diálogos reflexivos são marcas da obra do cineasta.  

Como diretor, esteve a frente de 40 longa-metragens, sem contar os curtas, ensaios e documentários experimentais.

+++LEIA MAIS: A Mulher-Rei: Conheça a história real por trás do novo filme de Viola Davis

"Jean Luc-Godard foi o mais iconoclasta dos cineastas da Nouvelle Vague. Ele inventou uma arte decididamente moderna e intensamente livre. Perdemos um tesouro nacional e um gênio," declarou o presidente francês, Emmanuel Macron.

Aos 90 anos, Godard anunciou desejo de se aposentar, mas após realizar mais dois filmes. Ao longo da carreira, foi premiado nos principais festivais de cinema, incluindo Veneza, Berlim, Cannes e Oscar.

+++LEIA MAIS: De Avatar 2 a Adão Negro, lançamentos do cinema que acontecem ainda em 2022 [LISTA]