Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Wes Anderson relembra versões de David Bowie feitas por Seu Jorge: 'Maravilhoso'

O cineasta elogiou o trabalho de Seu Jorge ao "reinventar" músicas de David Bowie no filme A Vida Marinha com Steve Zissou

Dimitrius Vlahos Publicado em 23/06/2023, às 11h42

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Wes Anderson e Seu Jorge (foto: Reprodução)
Wes Anderson e Seu Jorge (foto: Reprodução)

A relação de Wes Anderson e Seu Jorge rendeu bons projetos no cinema e na música. O cineasta e o cantor trabalharam juntos no filme A Vida Marinha com Steve Zissou (2004), no qual o brasileiro interpretou o personagem Pelé dos Santos e regravou músicas de David Bowie para a trilha sonora.

Em entrevista ao NME durante o Festival de Cinema de Cannes, o cineasta relembrou a parceria com Seu Jorge: "No roteiro, descrevemos o personagem cantando uma música do David Bowie em português. Mas quando chegou a hora de filmar, percebemos que queríamos Seu Jorge cantando 12 músicas do Bowie em português, então, intercalamos suas participações no filme inteiro. Isso foi ótimo."

+++ LEIA MAIS: Além de Marighella: 5 papéis icônicos de Seu Jorge; Cidade de Deus, Irmandade e mais [LISTA]

Anderson revelou que o músico não conhecia algumas das faixas do Camaleão do Rock escolhidas para o filme, mas ainda assim "tomou o controle da situação! Ele reinventou essas faixas do David Bowie que não conhecia - ele nunca tinha ouvido, então fez suas próprias versões."

"Eu não percebi algo até depois da metade das filmagens: Eu pensei que ele só havia traduzido as letras para o português! Mas ele reescreveu completamente. Então eu perguntava: 'O que você está cantando?' Eu não tinha ideia do que significava, até hoje não sei tudo, era muito mais abstrato do que eu imaginei. Mas ele foi maravilhoso," o diretor completou.

Seu Jorge também participou do filme mais recente de Wes Anderson, o estrelado Asteroid City. O longa-metragem tem estreia prevista no Brasil para o dia 10 de agosto deste ano. 

+++ LEIA MAIS: Seu Jorge relembra as origens e utiliza a pluralidade na arte para se conectar com o público [ENTREVISTA]