Wicked: Petição pede para James Corden não 'chegar perto' do filme; entenda

James Corden participou de diversos musicais, entre eles, o fracasso entre público e crítica Cats (2019)

Julia Harumi Morita Publicado em 09/11/2021, às 09h14

None
James Corden (Foto: Ian Gavan/Getty Images)

James Corden é um nome que os fãs do musical Wicked não querem ver no elenco da adaptação cinematográfica - ou qualquer outra parte da produção - dirigida por Jon M. Chu. (Via CNN Entertainment)

O clássico da Broadway vai ser transformado em uma longa-metragem pela Universal Pictures e contará com dois grandes nomes da música e de Hollywood: Ariana Grande e Cynthia Erivo.

+++ LEIA MAIS: James Corden é criticado por descrever fãs de BTS como 'garotas de 15 anos'; entenda

A recente escalação das artistas foi seguida por uma petição no Change.org, a qual afirma que "James Corden, de nenhum jeito ou forma deveria estar ou chegar perto da produção do filme Wicked."

Com mais de 60 mil assinaturas, a petição não explica por que Corden não é um favorito para estar na produção. O ator britânico ganhou um Tony Awards pela peça One Man, Two Guvnors em 2012 e, desde então, participou de diversos filmes musicais, como Caminhos da Floresta (2014), A Festa de Formatura(2020) e Cinderela (2021).

+++ LEIA MAIS: James Corden é acusado de racismo contra asiáticos por quadro do Late Late Show; entenda

A filmografia de Corden também é marcada por Cats (2019), que foi um fracasso entre o público e crítica. O compositor original do musical, Andrew Lloyd Webber fez diversos comentários negativos sobre a produção e até implorou para as cenas de Corden serem cortadas.

Cats

Com Corden, Rebel Wilson, Taylor Swift, Judi Dench e Idris Elba no elenco, Cats acompanha a história de um grupo de gatos chamado Jellicles, que precisam decidir qual dos animais deve ir a Heaviside Layer, lugar que promete uma vida melhor.

+++ LEIA MAIS: De Lady Gaga a Paul McCartney: Os 8 melhores episódios de Carpool Karaoke [LISTA]

Apesar das críticas, Webber fez parte da produção do filme e compôs canções para trilha sonora. Antes da estreia - e do bombardeio de críticas - o compositor elogiou as "performances maravilhosas" do longa.