Will Smith passará por processos disciplinares após renúncia, diz presidente da Academia

David Rubin, presidente da Academia, informou que aceita renúncia, mas destacou importância dos processos disciplinares

Redação Publicado em 02/04/2022, às 14h00

None
Will Smith no Oscar (Foto: Neilson Barnard / Getty Images)

Will Smith renunciou vaga na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas na última sexta, 1. Apesar disso, organização seguirá com processos disciplinares, segundo o presidente David Rubin.

Os membros tinham reunião marcada para o dia 18 de abril para definir futuro de Smith. Após decisão antecipada do ator, Rubin optou por seguir com processos disciplinares com possíveis consequências após tapa em Chris Rock na cerimônia do Oscar 2022.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2022: Will Smith renuncia vaga na Academia; entenda

"Recebemos e aceitamos a renúncia de Will Smith. Seguiremos com nossos procedimentos disciplinares contra Smith pelas violações do código de conduta da Academia. Nossa reunião acontecerá em 18 de abril," declarou em nota (via Bloomberg).

No comunicado da renúncia, Will chamou próprias atitudes "chocantes, dolorosas e imperdoáveis," e está disposto a encarar sanções adicionais definidas pelo conselho da instituição.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2022: Entenda a relação - e as brigas - de Will Smith, Jada Pinkett Smith e Chris Rock

“A lista daqueles que machuquei é longa e inclui Chris [Rock], sua família, muitos dos meus queridos amigos e entes queridos, todos os presentes e o público global em casa. Eu traí a confiança da Academia. Privei outros indicados e vencedores de sua oportunidade de celebrar e ser celebrado por seu trabalho extraordinário. Estou de coração partido. Quero colocar o foco de volta naqueles que merecem atenção por suas conquistas e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema,” finalizou Smith.