Zecacurydamm

Psicodelia pop entre amigos

Gabriela Almeida Publicado em 21/08/2007, às 14h10 - Atualizado em 11/09/2007, às 11h46

O pessoal do ZecaCuryDamm adora flores
Divulgação

ZecaCuryDamm & a Formidável Família Musical é um estado de espírito. Quem a escuta percebe que o conceito flower que eles pregam transcende suas diversas influências musicais, entre elas, Beach Boys e Beatles.

A vontade de fazer um som alegre, segundo o baterista Cury, veio de conversas sobre a vida e o mundo em que se só se fala de medo, raiva, guerra, ódio e sexo. "O fato de termos composto e gravado durante a primavera foi uma influência fundamental para que nossas músicas saíssem com uma vibração flower", diz.

O objetivo inicial era registrar canções próprias e alguns covers. Como o baixista Zeca mora em São Paulo e o resto da banda em Salvador, as dúvidas sobre o futuro do grupo eram constantes. "Tudo foi feito sem projeto. Nos perguntávamos se viraríamos uma banda, se mostraríamos o material para alguém", conta Cury.

Surgiu, então, a idéia de fazer uma capa e encarte bacanas e vender para os amigos. No boca a boca, em apenas seis meses, 800 cópias do EP foram vendidas. Logo, o som do ZecaCuryDamm tocava em esperas telefônicas, em clínicas e até em supermercados. Os shows em Salvador são sempre lotados, feito considerável, observando-se a inconstância do público em eventos de rock locais.

A banda atribui a identificação imediata à boa comunicação estabelecida com o público. "Nosso acerto foi ter conseguido passar o que queríamos. Isso gera o melhor sentimento, que é o 'você tem que ouvir essa banda'. Assim, os amigos dos amigos começaram a ouvir falar da gente", comemora Cury.