Nova Inspiração

Guitarrista dos Mutantes compõe faixa em parceria com DJ escocês

Augusto Olivani Publicado em 01/07/2007, às 00h00 - Atualizado em 21/08/2007, às 10h19

Sergio Dias usa inspiração eletrônica para compor novamente para os Mutantes
Marcos Hermes

Enquanto se prepara para a nova turnê dos Mutantes, o guitarrista Sergio Dias produz uma nova música, a primeira desde o retorno da banda. Em parceria com JD Twitch, DJ do duo escocês Optimo, Dias escreveu uma canção, em inglês, chamada "Kyoto My Love". Twitch montou uma base, remixando apenas elementos de músicas dos Mutantes. Em uma semana, o guitarrista fez a letra ("sobre o amor de uma pseudo-garota", explica). A colaboração faz parte do festival TrocaBrahma, que tem promovido o intercâmbio entre artistas britânicos e brasileiros. O encontro entre Sergio Dias e JD Twitch (pseudônimo de Keith McIvor) acontece de 27 a 29 de julho, em Londres, Liverpool (Inglaterra) e Glasgow (Escócia).

Antes de embarcar para shows nos Estados Unidos e na Europa, Dias maquinava como trabalhar a faixa junto com a banda. "O Arnaldo [Baptista] está em Juiz de Fora, a Zélia [Duncan] está lançando DVD e o Dinho [Leme] não está em São Paulo. Mas, uma vez tendo a base pronta, vai ficar muito mais fácil", diz Dias, empolgado com a nova faixa. "Eu adorei a base que o Keith mandou. Ela é bastante espaçosa, monotônica, me inspira bastante", declara. Sergio irá tocar piano, guitarra e cantar em "Kyoto My Love". Depois, vai abrir espaço para a banda trabalhar em cima. "Agora, todas as partes adicionais ficam na cabeça do Sergio", conta Twitch. Para cativar um dos pilares da formação clássica dos Mutantes, o DJ escocês foi engenhoso na elaboração da base eletrônica: ele colheu pequenas amostras de faixas dos Mutantes, como "Top-Top", "Ave Gengis Khan", "Rita Lee", "Desculpe Baby", "El Justicero", "Algo Mais" e "Jardim Elétrico", e as reprocessou totalmente, montando um mantra com sons eletrônicos tensionados e puros.

"Eu acho que ele está enganando a gente. Eu não consegui identificar nenhuma dessas músicas!", brinca Dias, rindo. Na faixa, Twitch tenta reproduzir sua experiência inesquecível com Os Mutantes, quando, em 1995, escutou A Divina Comédia (1970) durante 10 horas seguidas em um vôo de Nova York a Glasgow. "Eu terminei neste estranho estado mental, entre estar dormindo e acordado, e não conseguia parar o CD", diz Twitch. No dia 27 de julho, quando ele e Os Mutantes se apresentarem em Londres, será feito o único registro gravado de "Kyoto My Love". Ainda não há previsão de uma apresentação conjunta no Brasil, mas a produção inglesa do festival não descarta um show com Os Mutantes e JD Twitch por aqui. "Eu sei que os artistas envolvidos querem o material para eles e eu ficaria chocado se não visse lançamentos incluindo as músicas em algum momento de 2008", explica Neil Mowat, um dos responsáveis pela programação do festival. "Nós também pretendemos lançar uma coletânea tanto na Inglaterra como no Brasil ainda este ano."