O vôo solo de Andreas Kisser

Adriana Alves Publicado em 21/09/2007, às 17h41

Andreas Kisser: sozinho em disco duplo
Divulgação

O primeiro projeto solo do guitarrista do Sepultura, Andreas Kisser, chegará em dose dupla: "O disco I será mais baseado na guitarra, com vocais, incluindo o meu. O II é mais no violão e será instrumental com percussão e arranjo de cordas", descreve. "É um trabalho totalmente livre, não tem nada a ver com Sepultura, mas naturalmente tem uma influência", acrescentando que algumas das canções foram escritas há mais de dez anos. Hubris I & II contará ainda com a participação de convidados especiais como João Barone, Bi Ribeiro, André Abujamra e Theo Werneck, e será lançado mundialmente pelo selo holandês Mascot Records.

A arrogância será o tema central das letras do disco I. "Hubris é uma palavra de origem grega que representa um espírito de arrogância, principalmente na atitude dos políticos", explica Andreas, que se dividiu entre tocar a maioria dos instrumentos e produzir o disco. "Este é o tema que me inspirou: é um sentimento que acompanha a humanidade e inspira o crescimento, ao mesmo tempo em que é a causa de muitas guerras." E qual é a melhor parte de se gravar um disco solo? "A liberdade e o desafio."