Tudo pelo Social

Engajado como nunca, trio Devotos completa 20 anos de estrada

Humberto Finatti Publicado em 11/02/2008, às 14h49 - Atualizado em 19/02/2008, às 12h36

Da esquerda para a direita: Celo Brown, Cannibal e Neilton
Michele Souza/Divulgação

Instituição do hardcore brasileiro nas últimas duas décadas, o Devotos já foi Devotos do Ódio. A decisão de tirar o substantivo do nome, o trio recifense garante, não tem a ver com um possível "abrandamento" em sua postura musical, política e social. "Moramos na comunidade [Alto José do Pinho, um dos bairros mais pobres de Recife] e sabemos como essa palavra é devastadora para quem vive lá", explica o baixista e vocalista Marconi de Souza Santos, o Cannibal. "Somos envolvidos com uma ONG, trabalhamos com rádio comunitária, tentamos tudo para tirar a rapaziada dessa ociosidade. Fica difícil para nós, que ainda acreditamos nas pessoas, carregar esse nome."

Você lê "Tudo Pelo Social" na íntegra na edição 17 da Rolling Stone Brasil