A Bela da Tarde

Scarlett Johansson faz estréia em disco com homenagem a Tom Waits

Mariló García Publicado em 09/06/2008, às 16h03

Scarlett estréia em disco com Tom Waits e Bowie

Quando Madonna tinha 23 anos, sua maior ambição (além de posar nua para sobreviver em Nova York) era tomar as paradas de sucesso dos Estados Unidos. Ela realizaria o sonho três anos depois, em 1984, com seu segundo disco, Like a Virgin. Naquele ano, em que todos nós nos sentimos um pouco mais virgens e castos, nascia em Nova York (a mesma cidade que acolheu Madonna, uma descendente de italianos) Scarlett Johansson, filha de pais com ascendência polonesa e dinamarquesa. E param aqui as comparações, porque Scarlett superou as expectativas antes dos 23 anos (que completará no dia 24 de novembro).

Seu mais recente feito: um disco, Anywhere I Lay My Head. O título vem de uma música de Tom Waits (de Rain Dogs, 1985), que é uma das dez faixas do trabalho - em grande parte composto com a mulher de Waits, Kathleen Brennan. A coragem que a atriz teve ao encarar essa empreitada-cover valeu a pena. Contra todos os prognósticos (mais uma atriz metida a cantora?), ela recebeu a aprovação do próprio autor.

Você lê esta matéria na íntegra na edição 21 da Rolling Stone Brasil, junho/2008