Os Eleitos

Alguns políticos apoiados pelas milícias cariocas

Redação Publicado em 08/08/2008, às 10h52

Jerônimo Guimarães Filho (Jerominho) / PMDB

O vereador, que é policial civil, está preso desde dezembro. De acordo com a polícia, lidera com o irmão, o também policial e deputado estadual Natalino Guimarães (DEM), a milícia conhecida como Liga da Justiça, que atua na favela da Carobinha (em Campo Grande), e tem como símbolo o morcego do Batman. A comunidade tem apenas uma candidata para as eleições, Carmen Guimarães, a Carminha Jerominho ou Carminha Batgirl. De relevante no Legislativo, Jerominho apresentou projeto de legalização dos motoboys (a comunidade tem um grupo explorado pela milícia), enquanto Natalino tentou regularizar a segurança particular nos bairros. Chamado informalmente de "Projeto da Milícia", acabou vetado.

Josinaldo Francisco da Cruz (Nadinho) / DEM

O vereador se elegeu em 2004 como representante da milícia de Rio das Pedras. Em quatro anos de mandato, Nadinho se notabilizou por projetos de criação de vilas olímpicas em favelas de milícias na Zona Oeste do Rio. Ainda criou o Dia de Rio das Pedras (6 de setembro).

Jorge Babu / PT

O deputado estadual lança este ano seu irmão, Elton Hauat, conhecido como Elton Babu, para a Câmara dos Vereadores. Tem apoio dos milicianos que atuam em pequenas favelas no bairro de Santa Cruz. De acordo com um promotor, Jorge Babu, que é policial civil, é investigado por envolvimento com a milícia daquela região. Durante seu mandato, primeiro como vereador e agora como deputado estadual, criou o Dia de São Jorge, transformando a data em feriado no estado do Rio de Janeiro.