Nightwatchman

Álbum: The Fabled City Previsão: 30 de setembro

Por Austin Scaggs Publicado em 08/09/2008, às 18h08 - Atualizado em 09/09/2008, às 16h29

Há quinze meses, Tom Morello, ex-guitarrista do Rage Against the Machine, estreava oficialmente um novo personagem: o Nightwatchman, um cantor de protesto no legítimo estilo violão-e-gaita. E ele está de volta com The Fabled City - 11 canções de folk politizado, gravadas em oito dias com o produtor Brendan O'Brien.

Ao contrário do minimalista One Man Revolution (2007), Morello e O'Brien criaram arranjos mais grandiosos e ecléticos para o novo disco - que também traz participações vocais de Serj Tankian e do cantor country Shooter Jennings. "Este disco bate mais pesado do que o primeiro", adianta Morello.

Compor as músicas do disco foi uma experiência catártica para ele, que canalizou para as músicas a dor pela morte recente do tio e da tia. "Este disco é uma busca por esperança através da música", explica. "Saint Isabelle", uma homenagem a sua tia, tem forte influência da sonoridade celta. "A música rebelde irlandesa rende grandes músicas de bata-lha." Sons de protesto político continuam como o núcleo do material do Nightwatchman. "Midnight in the City of Destruction" é um relato em primeira pessoa de um sobrevivente do furacão Katrina. "Perdi meu avô, dois vizinhos e meu amigo", ele canta nos versos. "Oro para que Deus em pessoa desça e afogue o presidente se as barragens cederem de novo."