Identidade Trocada

The National traz atitude semipolitizada ao Brasil

Carlos Messias Publicado em 14/10/2008, às 19h24

Formado no estado de Ohio e hoje estabelecido em Nova York, The National - atração confirmada para o TIM Festival - chama atenção pelo estilo grave e soturno do vocalista Matt Berninger, e pela sonoridade sofisticada, atribuível aos arranjos sutilmente floreados. Criando atmosferas melancólicas e discos com títulos pesarosos como Sad Songs for Dirty Lovers ("canções tristes para amantes imundos"), a banda é freqüentemente associada ao Joy Division. "Gosto, mas sou mais ligado ao New Order", diz Berninger.

Outra faceta curiosa é a relação com a política: a banda colocou à venda camisetas estampadas com a foto de Barack Obama com a expressão "Mr. November" (título de música da banda), em referência ao mês das eleições. "A idéia de Obama perder me apavora. Não que John McCain seja pior do que Bush, mas precisamos de renovação", discursa o cantor, que ainda assim não considera a banda politizada: "Música tem que ser uma fuga da realidade. Respeito bandas como U2 e Coldplay, que levam isso a sério, mas prefiro me preocupar com política quando leio jornal. Música é para divertir".