Sem Naftalina

Simon Le Bon, do Duran Duran, tem nojo da nostalgia dos anos 80

P.T. Publicado em 10/11/2008, às 12h13

Vinte anos depois de tocar no Brasil, o Duran Duran voltará a se apresentar no país no fi m de novembro - sem nostalgia, garante o vocalista Simon Le Bon. Na entrevista, ele falou sobre os shows atuais, o futuro e o peso da idade.

Este é o período mais longo que o Duran Duran permaneceu junto, não?

[Risos] É! Para nós quatro é sim, fora a saída do Nick [Taylor, guitarrista] dois anos atrás. Estamos muito felizes.

O que mudou e garantiu essa duração maior?

Estamos mais acomodados e menos histéricos. Usamos nossa energia de forma efi ciente, então não nos cansamos nem nos fodemos. Quando você tem 20 anos, algumas coisas incomodam. Aí você cresce, fi ca esperto, e não tem mais esse problema. Tem gente que fi ca mais velha e a intolerância aumenta. Conosco não foi assim.

Você lê esta matéria na íntegra na edição 26, novembro/2008