Pulse

Desordem e Progresso

Como um disco de sucesso e shows cheios de energia redimiram o Kaiser Chiefs

Por Brian Braiker Publicado em 08/01/2009, às 17h18

Rix, Wilson, Hodgson, White and Baines: shows intensos e produção de Mark Ronson em novo disco recolocaram a banda no topo.
Lorenzo Agius

Uma semana depois do lançamento do terceiro disco do Kaiser Chiefs, Off With Their Heads, produzido por Mark Ronson, o vocalista Ricky Wilson, vestido com uma jaqueta de couro novinha em folha, entra no camarim da emissora BBC Radio 1. A banda está lá para tocar ao vivo quatro faixas do disco, que estreou em segundo lugar na parada da rádio inglesa, atrás apenas de Black Ice, do AC/DC. Mas Wilson, com jeitão de galã em seus 30 anos, não está completamente satisfeito com sua compra. "Parece muito nova", ele diz, marcando a jaqueta com a sola da bota, para disfarçar.

Quando é chamado para o estúdio, ele encontra seus companheiros com Lily Allen. A cantora, que Ronson recrutou para emprestar vocais para "Always Happens Like That", está tentando recriar sua parte para a apresentação na rádio. "Eu preciso fazer harmonia?", ela pergunta. "Não consigo lembrar como cantei na porra do disco. Não posso só acompanhar?".

Você lê esta matéria na íntegra na edição 28, janeiro/2009