Pulse

Jeito Brasileiro

Artistas nacionais fazem de tudo para se destacar na multidão do South by Southwest

Por Dagoberto Donato Publicado em 08/04/2009, às 10h37

Durante cinco dias no meio de março, todos os ouvidos ligados à indústria da música - principalmente os mais ávidos

por novidades - se voltaram para Austin, capital do Texas, em busca do "next big thing". A edição 2009 do South by Southwest (SXSW), festival que se espalha por palcos em toda a cidade, de botecos imundos até parques ao ar livre, recebeu mais de 1.800 artistas, de obscuridades a medalhões, como Devo, Daniel Johnston e Primal Scream. Por outro lado, o evento também dá espaço para que novos hypes gerados no meio digital provem que valem os pageviews recebidos em suas páginas no MySpace.

Correndo por fora e tentando se destacar em meio à multidão, 16 artistas brasileiros marcaram presença. Isso porque bandas como Pato Fu, Macaco Bong e Black Drawing Chalks cancelaram na última hora, todos por problemas de visto de entrada no país. Ser notado é o mais difícil, e para isso vale tudo. Os alagoanos do Oxe, por exemplo, promoveram batucadas no meio da rua para divulgar suas apresentações.

Você lê esta matéria na íntegra na edição 31, abril/2009