Sonhos e Vendas

Enquanto compõe novas músicas, Eddie Van Halen vende equipamentos aos fãs

Por Brian Hiatt Publicado em 15/06/2009, às 17h47

A turnê do Van Halen com David Lee Roth terminou em julho do ano passado com uma versão triunfante do clássico "Jump" (de 1984). Mas, se Eddie Van Halen (foto) conseguir o que realmente deseja, esse não será o fim da reunião. "Somos uma banda. Não foi só uma turnê", diz o guitarrista, que planeja se reencontrar com Roth no meio do ano para tocar demos de novas músicas. "Da próxima vez, teremos coisas novas para tocar." A turnê de 75 shows pelos EUA, que começou em setembro de 2007, rendeu mais de US$ 93 milhões - uma das mais lucrativas da carreira da banda.

Junho será um mês cheio de compromissos para a família Van Halen: Eddie vai se casar com Janie Liszewski, sua relaçõespúblicas; e o baixista Wolfgang Van Halen, de 17 anos ("membro permanente do Van Halen", de acordo com o pai guitarrista) vai se formar no ensino médio, após um ano de faltas por causa da turnê. E, deopi disso, Eddie espera começar a gravar o que poderia ser o primeiro álbum de estúdio desde Van Halen III (de 1998), e o primeiro com Roth em 25 anos. "Tenho toneladas de músicas escritas", diz Eddie, que acha que algumas vão surpreender os fãs. "A minha essência está ali."

Roth também está ocupado - ele trabalha como paramédico, uma paixão pouco provável que começou a praticar em 2004. Ele não fez comentários sobre o seu futuro com a banda. Ao mesmo tempo, Eddie continua a desenvolver seu lado empreendedor: ele acaba de lançar um website (o EVHgear.com) em que os fãs podem comprar réplicas de quase tudo que ele toca ou usa, da guitarra Wolfgang utilizada na última turnê, aos tênis com listras vermelhas, brancas e pretas, suas marcas registradas desde os anos 80.